Category Archives: Desenho Animado

Bruce Timm deixa o comando da divisão de Animação da DC Comics depois de 20 anos

Bruce Timm: o grande criador do universo animado da DC Comics.

Bruce Timm: o grande criador do universo animado da DC Comics.

O aclamado cartunista Bruce Timm deixou o comando da divisão de animação da DC Comics, ou seja, da DC Animated, depois de 20 anos no comando das adaptações dos personagens da editora para a TV e o mercado de filmes domésticos em DVD ou Blu-ray.

Bruce Timm praticamente criou o segmento, sendo o idealizador da aclamadíssima Batman – The Animated Series, lançada em 1992. Criada pela Warner Bros. com o mero intuito de promover o lançamento de Batman – O Retorno, o segundo longametragem com atores do personagem, realizado por Tim Burton; Timm a transformou em muito mais. Muitos críticos a consideram a melhor adaptação de um personagem dos quadrinhos para outra mídia. Trabalhando ao lado do roteirista Paul Dini, Timm criou uma versão sombria e séria do Batman, mas ainda assim, palatável ao grande público e às crianças.

Batman - The Animated Series foi o começo de tudo, em 1992.

Batman – The Animated Series foi o começo de tudo, em 1992.

O roteiro da animação também mantinha um bom nível, não insultando a inteligência do expectador e garantindo um equilíbrio entre os públicos adulto, juvenil e infantil. Melhor ainda, a série adaptou diretamente uma série de histórias clássicas do personagem, tanto dos anos 1970 quanto dos 1990.

Em Batman – The Animated Series criou-se o núcleo principal do universo animado da DC Comics, com Timm e Dini, mais a diretora de vozes Andrea Romano. O sucesso da empreitada logo gerou uma série de derivados. Ao fim daquela, veio Superman – The Animated Series e, principalmente, a também extremamente cultuada Justice League – The Animated Series, que serviu para popularizar a principal equipe de super-heróis da DC e cristalizar o estilo gráfico de Bruce Timm na mente do público.

Liga da Justiça: a mais popular versão.

Liga da Justiça: a mais popular versão.

Quando do fim de Justice League, em 2006, a DC Animated teve a brilhante ideia de produzir longametragens animados diretamente para o mercado de vídeo doméstico (em DVD e Blu-ray), o que permitiu ao estúdio adaptar diretamente algumas das principais histórias em quadrinhos da DC diretamente para o vídeo, como A Morte do Superman, Lanterna Verde – Primeiro Vôo, Liga da Justiça – Crise em Duas Terras, Batman Contra o Capuz Vermelho, Superman & Batman – Inimigos Públicos, Liga da Justiça – Doom, Batman – Ano Um e Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte  1 e 2.  O próximo lançamento será Superman – Unbound, seguido de Justice League – The Flashpoint Paradox.

O comando da DC Animated ficará a cargo de James Tucker, que também é produtor dos desenhos há bastante tempo e foi diretor de alguns deles, inclusive, do novo Superman – Unbound. Tucker já se pronunciou sobre o novo cargo e disse que a intenção é manter o estilo já consolidado, mas ao mesmo tempo, sacudir um pouco as coisas. Também mostrou-se menos motivado às adaptações literais dos quadrinhos em animação – casos de Batman – Ano Um e Batman – O Cavaleiro das Trevas que praticamente colocaram as revistas em movimento – pensando em voltar ao esquema de adaptações mais livres do material original.

Entre as novas estratégias, está dar mais espaço a outros personagens que não sejam Batman ou Superman, o que é justamente uma das críticas dos fãs dos quadrinhos acerca do DC Animated Universe.

A capa do vídeo de Superman - Unbound.

A capa do vídeo de Superman – Unbound.

No entanto, os poucos lançamentos não focados naqueles dois – como os filmes solo de Mulher-Maravilha e Lanterna Verde – O Primeiro Vôo – não foram sucesso tão grande.

Tucker disse que usará a Liga da Justiça como uma ferramenta para dar mais destaque aos outros personagens.

Por fim, fica uma boa notícia: Bruce Timm não irá se desligar por completo da DC Animated. Após cuidar de alguns projetos pessoais, o cartunista irá desenvolver um novo desenho animado da Liga da Justiça – possivelmente para a TV – para ser lançado na época do filme live action que a Warner produz e pode ser lançado em 2015 ou 2016.

No íntimo, muitos fãs também torcem para que Timm tenha um envolvimento direto com o filme live action da equipe. Afinal, parece que ninguém entende mais de Liga da Justiça do que ele.

Confirmado o título do próximo desenho em longametragem da DC: Justice League – The Flashpoint Paradox

Flashpoint: realidade alternativa.

Flashpoint: realidade alternativa.

O HQRock já havia noticiado em outubro último que minissérie Flashpoint, publicada pela DC Comics em 2011, seria adaptada como mais um dos desenhos animados em longametragem do selo DC Universe, produzido pela DC Entertainment em parceria com a Warner Home Video e lançados diretamente no mercado de vídeos domésticos. Hoje, a empresa confirmou o título do filme: será Justice League – The Flashpoint Paradox.

Na trama da HQ, que no Brasil ganhou o nome de Ponto de Ignição, o Flash precisa viajar no tempo para deter um assassino, mas tudo dá errado e o tecido espaço-temporal é afetado, criando uma realidade alternativa nada agradável, na qual não existem o Superman, o próprio Flash e a Liga da Justiça, resultando num mundo de caos na qual as Amazonas lideradas pela Mulher-Maravilha encampam uma guerra de proporções globais contra os Atlantes liderados por Aquaman.

A saga foi escrita por Geoff Johns com desenhos de Andy Kubert, publicada em sete capítulos, e deu origem ao reboot cronológico e editorial da DC Comics, que modificou toda a cronologia da editora, mudando aspectos fundamentais dos personagens. Em consequência aos eventos de Flashpoint, o Flash não consegue restaurar a realidade totalmente, criando uma nova, que é a atual para a DC.

Não está claro se a DC Entertainment está planejando algo similar para o mercado de vídeos ou está apenas adaptando mais uma história famosa.

Justice League – The Flashpoint Paradox deverá ser lançado ainda este ano, no segundo semestre.

O próximo lançamento em longametragem animado é Superman – Unbound, que chega às lojas em 07 de maio.

A série DC Animated, que já produziu exemplares fantásticos como A Morte do Superman, Lanterna Verde – Primeiro Vôo, Liga da Justiça – Crise em Duas Terras, Batman Contra o Capuz Vermelho, Superman & Batman – Inimigos Públicos, Liga da Justiça – Doom, Batman – Ano Um e Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte  1 e 2.

A Liga da Justiça foi criada por Gardner Fox e Mike Sekowski, em 1960, reunindo heróis previamente criados. Formado pelos maiores heróis da DC Comics – Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Arqueiro Verde, Aquaman etc. – a equipe sempre teve destaque em sua cronologia. Desde o reboot cronológico e editorial da DC em 2011, a revista Justice League é uma das de maior sucesso do mercado de quadrinhos atuais.

Superman – Unbound: Revelada a capa do DVD-Blu-ray e a data de lançamento

A capa do vídeo de Superman - Unbound.

A capa do vídeo de Superman – Unbound.

Após os vídeo com o primeiro trailer, dias atrás, (veja aqui), agora, o longametragem em desenho animado Superman – Unbound, lançado pela DC Animated e Warner Home Video, que adapta aventuras do mais icônico dos heróis da DC Comics, tem revelados a capa do DVD-Blu-ray e sua data de lançamento: 07 de maio.

Portanto, o longa chegará às lojas um pouco antes de Superman – O Homem de Aço, o novo filme live action do personagem.

Superman – Unbound é uma adaptação do arco de histórias Superman: Brainiac foi publicada na revista Action Comics 866 a 870, de 2008. com textos de Geoff Johns e arte de Gary Frank. A trama traz uma versão mais moderna para o primeiro encontro entre o homem de aço e o vilão Brainiac, uma inteligência artificial alienígena que coleciona seres vivos ao longo do universo. Brainiac é um dos mais tradicionais inimigos do herói.

Superman – Unbound tem produção de Bruce Timm, direção de vozes de Andrea Romano e direção de James Tucker. O elenco traz Matt Bomer (Superman), Stana Katic (Lois Lane), Molly Quinn (Supergirl) e John Noble (Brainiac). A data de lançamento é 07 de maio.

O longametragem será lançado direto no mercado de vídeo doméstico, como todos os da série DC Animated, que já produziu exemplares fantásticos como A Morte do Superman, Lanterna Verde – Primeiro Vôo, Liga da Justiça – Crise em Duas Terras, Batman Contra o Capuz Vermelho, Superman & Batman – Inimigos Públicos, Liga da Justiça – Doom, Batman – Ano Um e Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte  1 e 2.

Superman foi criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1938 e desde então é publicado pela DC Comics.

Superman – Unbound ganha seu primeiro trailer

A DC Entertainment, o braço multimídia da DC Comics, lançará no meio do ano o longametragem animado Superman – Unbound, que adaptará o arco de histórias Superman: Brainiac, escrito por Geoff Johns e desenhado por Gary Frank.

E agora revelou o primeiro trailer da animação, que segue a qualidade exuberante dos longametragens animados da DC:

Capa do encadernado de Brainiac por Geoff Johns e Gary Frank.

Capa do encadernado de Brainiac por Geoff Johns e Gary Frank.

Superman: Brainiac foi publicada na revista Action Comics 866 a 870, de 2008. No arco, Geoff Johns e Gary Frank  reintroduzem uma série de elementos da Era de Prata (anos 1950 e 1960) à cronologia de então, como o próprio Brainiac, a Cidade Engarrafada de Kandor e mais. Na trama, a Supergirl conta para o Superman a história de Brainiac, uma inteligência artificial alienígena que coleta exemplares vivos de vários planetas para guardá-los em sua nave, no momento em que o andróide vem à Terra com a mesma finalidade.

Superman – Unbound tem produção de Bruce Timm, direção de vozes de Andrea Romano e direção de James Tucker. O elenco traz Matt Bomer (Superman), Stana Katic (Lois Lane), Molly Quinn (Supergirl) e John Noble (Brainiac). O longametragem será lançado direto no mercado de vídeo doméstico, como todos os da série DC Animated, que já produziu exemplares fantásticos como A Morte do Superman, Lanterna Verde – Primeiro Vôo, Liga da Justiça – Crise em Duas Terras, Batman Contra o Capuz Vermelho, Superman & Batman – Inimigos Públicos, Liga da Justiça – Doom, Batman – Ano Um e Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte  1 e 2.

Superman foi criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1938 e desde então é publicado pela DC Comics.

Superman – Unbound: Vejas as primeiras imagens do próximo desenho animado (e saiba mais sobre o vilão Brainiac)

Superman no novo desenho e o ator Matt Bomer, que faz sua voz.

Superman no novo desenho e o ator Matt Bomer, que faz sua voz.

A DC Entertainment, o braço multimídia da DC Comics, está lançando estes dias mais um de seus famosos desenhos animados em longametragem: Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 2, mas a máquina de produção não cessa. O desenho seguinte já está em produção: será Superman – Unbound, que adaptará o arco de histórias Superman – Brainiac, escrito por Geoff Johns e desenhado por Gary Frank.

Com a chegada às lojas do DVD do desenho do Batman, há um pequeno making off do vindouro desenho do homem de aço. O vídeo revela alguma das primeiras imagens do desenho, veja ao lado, com o visual do herói e de Lois Lane e Supergirl. Dessa vez, ao contrário da maioria dos desenhos em longametragem anteriores da DC, este não tenta mimetizar o traço do artista original. A arte hiperrealista do britânico Gary Frank é deixada de lado em favor de um traço mais cartunesco, de nítida influência japonesa e distinto das outras versões animadas do personagem.

Lois Lane e uma chorosa Supergirl.

Lois Lane e uma chorosa Supergirl.

Superman: Brainiac foi publicada na revista Action Comics 866 a 870, de 2008. No arco, Johns e Frank  reintroduzem uma série de elementos da Era de Prata (anos 1950 e 1960) à cronologia de então, como o próprio Brainiac, a Cidade Engarrafada de Kandor e mais. Nas antigas histórias do homem de aço, dos anos 1950 até 1970, o vilão Brainiac havia encolhido e apreendido dentro de uma garrafa toda uma cidade kryptoniana, chamada Kandor. Em várias histórias, o Superman reduzia de tamanho e agia na cidade, ou então, seus reduzidos habitantes o auxiliavam em alguma aventura, embora ele nunca tenha conseguido descobrir uma maneira de retornar a cidade a seu tamanho normal.

Contudo, com a reformulação cronológica da Crise nas Infinitas Terras e a subsequente nova origem do Superman publicada na minissérie Superman: Man of Steel, em 1986, com textos e desenhos de John Byrne, ficou estabelecido que Kal-El era, realmente, o último filho de Krypton, eliminando-se, assim, todos os outros kryptonianos da DC (inclusive, a Supergirl).

Capa do encadernado de Brainiac por Geoff Johns e Gary Frank.

Capa do encadernado de Brainiac por Geoff Johns e Gary Frank: clássico contemporâneo traz a Era de Prata de volta.

Porém,  nos anos 1990 e 2000, uma série de escritores que cresceu lendo as histórias da Era de Prata desejava rever os conceitos antigos – como a Cidade Engarrafada de Kandor – e isso se concretizou a partir da obra de Johns e Frank. No final das contas, o arco Brainiac tornou-se um dos mais importantes dos anos 2000 para o Superman, não somente por estabelecer a versão pós-Crise do vilão, mas por reintroduzir Kandor e, mais ainda, por deixar grandes consequências nos anos seguintes.

Afinal, os moradores de Kandor foram devolvidos ao tamanho normal e a Terra teve que lidar com o problema de haver novos 100 mil supermen. Afinal, a fonte dos poderes do herói são os raios do sol amarelo. Com isso, vieram diversos dos arcos mais famosos e de maior sucesso do homem de aço nos últimos anos, como Novo Krypton e A Guerra dos Supermen, também comandados por Geoff Johns e com vários desenhistas, dentre eles, o brasileiro Eddy Barrows.

A versão original de Brainiac, nos anos 1950.

A versão original de Brainiac, nos anos 1950…

Esses arcos subsequentes também trouxeram a versão pós-Crise do General Zod, outro dos principais vilões do Superman.

Brainiac surgiu originalmente em Action Comics 242, por Otto Binder e Al Plastino. No início ele era apenas um alienígena, mas as histórias futuras revelaram que o vilão era na verdade um tipo avançado de robô. Nas décadas seguintes, a DC testou várias versões distintas do vilão, como um robô, o alienígena coluano Vril Dox ou até um humano chamado Milton Fine, sem estabelecer nenhuma delas como definitiva, e por vezes, até misturando todas elas.

Mesmo após Crise nas Infinitas Terras surgiram algumas versões de Brainiac até o vilão ganhar uma versão mais “moderna” justamente no arco de Geoff Johns e Gary Frank em 2008. Nesta história, é como se o Superman e Brainiac se enfrentassem pela primeira vez.

... e a versão robótica dos anos 1908 pré-Crise.

… e a versão robótica dos anos 1908 pré-Crise.

A indefinição nos quadrinhos também migrou para as outras mídias em que o herói foi adaptado, especialmente nos desenhos animados. Não raras vezes, Brainiac ganhou a “honra” de ser o destruidor do planeta Krypton, como em Superman – A série Animada, de 1995, onde é uma inteligência artificial que depois migra para a Terra.

Em Smallvillea série de TV que contava as histórias do jovem Clark Kent antes de se tornar o Superman e que se encerrou em 2011 após 10 Temporadas, Brainiac é apresentado também como uma inteligência artificial que tem um corpo formado por um tipo de metal orgânico, assumindo a aparência do professor Milton Fine para ludibriar o jovem Clark Kent. Depois, é revelado que Brainiac é um aliado do General Zod e que os dois teriam destruído Krypton.

Em "Smallville", Brainiac é uma inteligência artificial kryptoniana usada pelo General Zod para destruir Krypton e que chega a Terra para libertar seu mentor da Zona Fantasma e destruir Kal-El, o Superman.

Em “Smallville”, Brainiac é uma inteligência artificial kryptoniana usada pelo General Zod para destruir Krypton e que chega a Terra para libertar seu mentor da Zona Fantasma e destruir Kal-El, o Superman.

Brainiac ainda não foi adaptado aos cinemas, mas já houve planos para ele em duas ocasiões: no nunca realizado filme do Superman dirigido por Tim Burton, na qual seria o principal vilão; e na abortada sequência de Superman – O Retorno, que usaria uma viagem de Superman aos destroços do planeta Krypton como gancho para a inteligência artificial chegar à Terra.

É bem provável o vilão aparecer nas sequências futuras de Superman – O Homem de Aço, que sairá em junho deste ano, caso este seja um sucesso e franquia siga adiante.

Superman vs. Brainiac na arte do brasileiro Ed Benes.

Superman vs. Brainiac na arte do brasileiro Ed Benes.

Falando nisso, não há ainda uma data para Superman – Unbound, mas é bem provável que o lançamento se dê no meio do ano, próximo à O Homem de Aço.

Superman – Unbound tem produção de Bruce Timm, direção de vozes de Andrea Romano e direção de James Tucker. O elenco traz

Matt Bomer (Superman), Stana Katic (Lois Lane), Molly Quinn (Supergirl) e John Noble (Brainiac).

Superman foi criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1938 e desde então é publicado pela DC Comics.

Desenho Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 2 terá premier em janeiro

Batman - O Cavaleiro das Trevas: clássico confronto com o Superman.

Batman – O Cavaleiro das Trevas: clássico confronto com o Superman.

Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 02, novo volume  do DC Animated Universe, a série de desenhos animados em longametragem baseados nos heróis da DC Comics, levados a cabo pelo braço multimídia DC Entertainment em parceria com a Warner Home Video, que traz a adaptação da minissérie em quadrinhos cujo título original é Batman – The Dark Knight Returns, escrita e desenhada por Frank Miller em 1986, chegará às lojas em janeiro próximo, mas também terá premier no cinema. Duas delas.

A Warner Bros. confirmou as datas: em Nova York, no dia 23 de janeiro; e em Los Angeles, dia 28.

Batman versus Superman no traço original de Frank Miller.

Batman versus Superman no traço original de Frank Miller.

A sinopse oficial é esta:

Com Gotham City sob seu olhar vigilante e acompanhado pela hábil parceira-mirim Robin, Batman continua sua batalha contra o crime, mas seu ressurgimento irá se tornar um mal muito pior no Asilo de Arkham: o Coringa. Enquanto isso, Superman é despachado pelo presidente para impedir o não-autorizado ressurgimento do Batman pela maneira que for necessária. Entre o diabólico esquema do Coringa para levar o Batman aos mais sombrios níveis de insanidade e a visivelmente invencível presença física do homem de aço, o cavaleiro das trevas terá que confrontar adversários e aliados simultaneamente enquanto mantém a paz em Gotham City.

Prepare-se para um furioso combate entre Batman e Superman, espectador.

O desenho Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 01 tem vozes de Peter Weller (o Robocop!) como Bruce Wayne, Ariel Winter (como a Robin, Carrie), David Selby (Comissário Gordon), Wade Williams (Duas Caras/ Harvey Dent) e Michael McKean (Dr. Bartholomew Wolper), Michael Emerson (Coringa), Mark Valley (Superman), Conan O’Brien (Dave Endochrine). A direção de elenco é de Andrea Romano e a produção é de Bruce Timm. Lançado diretamente para o mercado de vídeo doméstico, chega às lojas dos EUA em janeiro. Todos os lançamentos do DC Animated Universe chegaram ao Brasil pouquíssimo tempo depois do lançamento.

Batman foi criado pelo cartunista Bob Kane em 1939 e desde então é publicado pela DC Comics.

Novo Superman do cinema pode também estrelar filme da Liga da Justiça

Zack Snyder: vai ou não vai?

Com o anúncio relativamente recente de que o filme da Liga da Justiça, o maior grupo de heróis da DC Comics, e que reúne Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Aquaman e outros, para lançamento em 2015, uma questão fundamental começou a aparecer: os atuais Superman e Batman do cinema irão estar de volta ao filme da equipe?

O caso do Batman é mais simples: como a trilogia do diretor Christopher Nolan já se encerrou este ano, é improvável que o ator Christian Bale retorne ao papel do homem-morcego, enquanto a Warner Bros., que realiza os filmes da DC, já planeja uma nova série cinematográfica do personagem, com uma ambientação mais jovem.

Quanto ao Superman isso é mais complexo: Superman – O Homem de Açoo reinício da franquia cinematográfica da Warner Bros. sobre o mais icônico dos personagens da DC Comics, produzido por Christopher Nolan e dirigido por Zack Snyder, só estreia no ano que vem.

Em entrevistas anteriores, o diretor Zack Snyder já havia afirmado que seu Superman não tinha sido pensado para agir em um filme de equipe. Mas parece que as coisas estão mudando.

Henry Cavill, o novo Superman: também na Liga da Justiça?

Em entrevista ao jornal The New York Post, Snyder foi escorregadio em relação ao fato, mas deu a entender que conversas já ocorrem nos bastidores.

Eu não sei como Liga da Justiça será desenvolvido. Honestamente, não sei. Mas [o filme] O Homem de Aço existe. Eu não vejo como eles levariam adiante um filme assim sem ele [Superman]. Nós preparamos este filme como um único acontecimento. Há um monte de engrenagens têm que girar no mundo do comércio e o mundo da mitologia que criamos vai facilitar mais aventuras deste personagem. Veremos o que acontece.

Bem, todo mundo sabe que o cinema de hoje funciona voltado para as franquias e todo mundo sabe que a única coisa que impede O Homem de Aço de virar uma nova franquia é ele ser um fracasso retumbante. (bata na madeira…). Assim, Snyder deixa claro que fez o filme como se fosse uma coisa só, mas ao mesmo tempo, deixa as coisas preparadas para seguir adiante caso necessário.

A Liga da Justiça pode ser uma dessas coisas. Henry Cavill assinou um contrato de três filmes e ele pode ser usado, portanto, para uma produção da equipe se assim a Warner quiser.

Vale lembrar que a concorrente Marvel Comics criou desde o início um universo cinematográfico unificado, no qual os filmes individuais dos personagens como Homem de Ferro, Hulk, Thor e Capitão América foram se unindo para formar Os Vingadores, que estreou com absoluto sucesso este ano.

É possível que a Warner/DC faça o mesmo a partir de O Homem de Aço. Ou também é possível que eles simplesmente apresentem um outro Superman (outro ator) para fazê-lo em Liga da Justiça em 2015, enquanto a nova franquia do último filho de Krypton segue em separado. Quem sabe?

Por fim, em outra notícia relacionada ao Superman, os desenhos animados do herói realizados pelos irmãos Fleischer nos anos 1940 e que foram um marco da animação estão caindo em domínio público. Assim, a própria Warner está disponibilizando-os remasterizados em seu canal oficial no YouTube. Vale a pena dar uma olhada!

Produzido por Christopher Nolan, escrito por David S. Goyer (dupla dos filmes de Batman) e dirigido por Zack Snyder (de 300 Watchmen), Superman – O Homem de Aço tem no elenco Henry Cavill (Superman/Clark Kent), Amy Adams (Lois Lane), Michael Shannon (General Zod), Laurence Fishburne (Perry White), Kevin Costner (Jonathan Kent), Diane Lane (Martha Kent), Russell Crowe (Jor-El), Antje Traue (Faora),  Ayelet Zurer (Lara-El), Christopher Meloni (Coronel Hardy), Harry Lennix (General Swanwick), Richard Schiff (Dr. Emil Hamilton), Dylan Sprayberry (Clark Kent adolescente), Jadin Gould (Lana Lang adolescente), Jack Foley (Pete Ross adolescente), Robert Gerdisch (Whitney Fordham adolescente), Cooper Timberline (Clark Kent criança). A estreia nos EUA será em 14 de junho de 2013. No Brasil chegará pouco depois, em 12 de julho.

Superman foi criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1938 e desde então é publicado pela DC Comics.

 

Batman: Desenho Cavaleiro das Trevas Parte 2 chega às lojas em janeiro

Enquanto a primeira parte faz sucesso no mercado – foi o segundo DVD/Blu-ray mais vendido dos EUA em outubro – chegará às lojas em janeiro Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 02, novo volume  do DC Animated Universe, a série de desenhos animados em longametragem baseados nos heróis da DC Comics, levados a cabo pelo braço multimídia DC Entertainment em parceria com a Warner Home Video, que traz a adaptação da minissérie em quadrinhos cujo título original é Batman – The Dark Knight Returns, escrita e desenhada por Frank Miller em 1986.

A DC revelou hoje a capa do disco.

A história é considerada não somente uma das melhores do Batman, mas também, uma das melhores histórias em quadrinhos em todos os tempos. É um marco, um clássico. Na trama, num futuro próximo, um Bruce Wayne envelhecido, de 55 anos de idade, está há mais de uma década “aposentado” de sua identidade de vigilante, mas uma onda crescente e descontrolada de violência atinge Gotham City e o milionário decide que é a hora do cruzado encapuzado voltar à cena.

A Parte 2 traz a metade final da história, que inclui a mais célebre luta entre o Batman e o Superman da história dos quadrinhos.

O desenho Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 01 tem vozes de Peter Weller (o Robocop!) como Bruce Wayne, Ariel Winter (como a Robin, Carrie), David Selby (Comissário Gordon), Wade Williams (Duas Caras/ Harvey Dent) e Michael McKean (Dr. Bartholomew Wolper). A direção de elenco é de Andrea Romano e a produção é de Bruce Timm. Lançado diretamente para o mercado de vídeo doméstico, chega às lojas dos EUA em janeiro. Todos os lançamentos do DC Animated Universe chegaram ao Brasil pouquíssimo tempo depois do lançamento.

Saiba mais sobre Batman: O Cavaleiro das Trevas e outras histórias geniais do Batman em um post do HQRock clicando aqui.

Batman foi criado pelo cartunista Bob Kane em 1939 e desde então é publicado pela DC Comics.

DC Comics anuncia mais dois desenhos animados para o ano que vem

Capa do encadernado de Brainiac por Geoff Johns e Gary Frank.

A DC Comics vem fazendo bastante sucesso com seus desenhos animados em longametragens para o mercado de vídeo caseiro. Enquanto Batman – O Cavaleiro das Trevas Parte 1 (não o filme de Christopher Nolan, mas a adaptação da minissérie em quadrinhos escrita e desenhada por Frank Miller em 1986) está em segundo lugar entre os DVDs/Blu-rays mais vendidos dos EUA – atrás apenas do fenômeno de Os Vingadores da concorrente Marvel Comics, a DC Animated, braço especializado da DC Entertainment, anuncia dois novos filmes para o ano que vem.

Em primeiro lugar, teremos Superman: Unbound, que adaptará o arco de histórias Superman: Brainiac, escrito por Geoff Johns e desenhado por Gary Frank. Na história, publicada em Action Comics 866 a 870, de 2008, a dupla reintroduz uma série de elementos da Era de Prata à cronologia de então, como o próprio Brainiac, a Cidade Engarrafada de Kandor e mais. O longa animado será lançado no verão de 2013, justamente para coincidir com a chegada de Superman – O Homem de Aço nos cinemas.

Flashpoint causa o reboot.

O outro desenho é Justice League – Flashpoint, que irá adaptar a minissérie publicada em 2011 e que deu origem ao reboot cronológico e editorial da DC Comics. Na saga, o Flash precisa viajar no tempo para deter um assassino, mas tudo dá errado e o tecido espaço-temporal é afetado, criando uma realidade alternativa nada agradável. A saga também foi escrita por Geoff Johns, com desenhos de Andy Kubert.

Será que depois a DC irá adaptar seu reboot para os desenhos animados? É possível!

São boas notícias, já que um rumor correu esses dias de que o DC Animated iria fechar as portas. Mas não parece.

Marvel lançará desenho animado Iron-Man and Hulk: Heroes United

Hulk e Homem de Ferro unem forças em Heroes United.

Tendo em vista o grande sucesso que a concorrente DC Comics vem fazendo no mercado de longametragens em desenho animado lançados diretamente para o mercado de vídeo doméstico, a Marvel Entertainment voltará a investir no segmento – sim o estúdio já fez isso antes.

Segundo a Entertainment Weekly, quem inaugura a nova iniciativa é o filme Iron-Man & Hulk: Heroes United, que irá mostrar a união dos dois membros dos Vingadores em uma missão para derrotar a criatura chamada Zzzax, um monstro formado de eletricidade.

Detalhe do Homem de Ferro…

O monstro surgiu em Incredible Hulk 166, de 1973, nas mãos do roteirista Steve Englehart e do desenhista Herb Trimpe e, além do golias esmeralda, nos quadrinhos também combateu Luke Cage, os Vingadores da Costa Oeste, o Homem de Ferro, os Novos Vingadores e vários outros.

Embora não seja exatamente uma “sequência”, o desenhos estará dentro do mesmo universo do filme Os Vingadores.

O filme combina elementos de animação tradicional com computação gráfica e é produzido pela equipe da Marvel Television, organização dirigida pelo escritor Jeph Loeb. O Elenco de Heroes United traz Adrian Pasdar como o Homem de Ferro; Fred Tatasciore como Bruce Banner/Hulk e Dee Bradley Baker como Zzzax. O lançamento em Blu-ray e DVD será em 23 de abril de 2013.

…e do Hulk no desenho.

A Marvel anunciou que se a iniciativa for sucesso, haverá outras produções na mesma linha.

A empresa já investiu em alguns longametragens em desenho animado para o mercado de vídeo no passado e foram bem-sucedidos, como Os Supremos I e II, Planeta Hulk e Dr. Estranho.

O Homem de Ferro foi criado por Stan Lee, Jack Kirby e Don Heck em 1963, na revista Tales of Suspense 39, e desde então é publicado pela Marvel Comics. O personagem é membro fundador dos Vingadores.

O Incrível Hulk foi criado por Stan Lee e Jack Kirby em 1962, estreando na revista The Incredible Hulk 01. O personagem já teve vários desenhos animados, uma série para a TV com atores e dois filmes para o cinema. Nos quadrinhos, é membro fundador dos Vingadores e também dos Defensores.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 171 outros seguidores