Em meio a homenagens de inúmeros artistas, a banda americana Linkin Park divulgou uma carta oficial sobre a recente morte de seu vocalista, Chester Bennington. O cantor foi encontrado morto em seu quarto no dia 20, provavelmente, vítima de suicídio por enforcamento.

Leia abaixo a carta, na tradução para português do Omelete:

Querido Chester, Nossos corações estão partidos. As ondas de tristeza e negação ainda estão passando pela nossa família enquanto tentamos aceitar o que aconteceu. Você tocou tantas vidas, talvez até mais do que percebeu. Nos últimos dias vimos uma inundação de amor e apoio, tanto de forma pública quanto em particular, do mundo inteiro. Talinda e a família gostaram muito, e querem que o mundo saiba que você era o melhor marido, filho e pai; a família nunca será completa sem você. Conversando com você sobre os anos que teríamos pela frente juntos, sua empolgação era contagiante. Sua ausência deixa um buraco que nunca poderá ser fechado – uma voz barulhenta, divertida, ambiciosa, criativa, gentil e generosa está faltando. Estamos tentando nos lembrar que os demônios que o levaram de nós sempre fizeram parte de trato. Afinal de contas, em primeiro lugar, foi a maneira como você cantou sobre todos esses demônios que fez com que todo mundo se apaixonasse por você. Você os colocou à mostra sem medo, e ao fazer isso, nos aproximou e nos ensinou a ser mais humanos. Você tinha um coração gigante e fazia o possível pra deixar isso à mostra. Nosso amor por fazer e tocar música ao vivo é inextinguível. Enquanto ainda não sabemos qual caminho iremos trilhar no futuro, sabemos que cada uma de nossas vidas foi transformada em algo melhor por sua causa. Obrigado por esse presente. Nós te amamos e sentimos muito a sua falta. Até nos vermos novamente, LP

O Linkin Park foi uma das mais importantes bandas de rock do novo milênio e maior nome do nu metal, gênero que combinava heavy metal com hardcore e RAP.

Anúncios