Durante o fim de semana, em meio à San Diego Comic Con, a DC Comics e a Warner Bros. tentaram manter um tom otimista sobre Liga da Justiça, inclusive, transmitindo um novo trailer e com a presença de Ben Affleck, Gal Gadot, Ezra Miller e Ray Fisher no palco. Contudo, novas notícias mostram que as coisas não são tão tranquilas assim. Entre as questões, tempo, dinheiro, logística e os créditos oficiais do filme.

O The Hollywood Reporter noticiou que as refilmagens de Liga da Justiça são extensivas. Os rumores sobre isso já vêm de um tempo, mas a palavra do THR soa como confirmação

Agora, a Variety vem complementar, considerando que a Warner está investindo nada menos do que US$ 25 milhões nas refilmagens. Refilmagens são hoje padrão em Hollywood, quando se trata de superproduções, inclusive, já previstas na agenda e no orçamento. Todavia, o caso de Liga da Justiça é de três a quatro vezes maior do que o normal. 

Pensando bem, quando percebemos que as refilmagens estão previstas por algo em torno de oito semanas, entre julho e agosto, isso mostra também 4 vezes mais do que o comum. Isso coloca sérias questões logísticas: os atores Henry Cavill e Ezra Miller estão gravando outros filmes (Missão Impossível 6 e Criaturas Fantásticas e Onde Habitam 2, respectivamente). Estes dois estão indo e voltando entre os filmes e países para realizar as refilmagens. Jason Mamoa está gravando Aquaman na Austrália e precisa retornar de vez em quando à Inglaterra para o filme da equipe. 

Sem contar o caso de Henry Cavill, que ostenta um bigode para seu papel em Missão Impossível e, aparentemente, terá que ter os pêlos removidos digitalmente. 

Por fim, ficam as questões dos créditos. A Variety diz que, apesar de todas essas mudanças, o diretor Joss Whedon não receberia créditos de diretor, e sim, de produção e roteiro. 

Entretanto, um Twitter oficial da Warner Bros publicado hoje, divulgando o trailer de Liga da Justiça, exibe claramente que o crédito de direção é dado a Zack Snyder e Joss Whedon. 

Anúncios