Batman e o botom do Comediante.
Batman e o botom do Comediante. Arte de Jason Fabok.

A DC Comics anunciou ontem o lançamento de um evento especial chamado The Button na qual Batman e Flash irão investigar a presença de personagens de Watchmen no Universo DC. O evento será um arco de histórias em quatro partes, publicado nas edições 21 e 22 dos títulos quinzenais dos dois heróis.

Os criadores serão: na revista Batman, a dupla Tom King e Jason Fabok; e em The Flash, Joshua Williamson e Howard Potter.

Na trama, a dupla de detetives da Liga da Justiça irá investigar o que significa o boton do Comediante marcado de sangue que apareceu misteriosamente na Batcaverna. Isso aconteceu no especial Rebirth do ano passado, que deu a entender que outro membro do Watchmen, o Dr. Manhattan foi o criador do Universo DC ou pelo menos o responsável pela realidade Os Novos 52 (o reboot da DC de 2011 modificado por Rebirth).

Um terceiro personagem de Watchmen também já deu as caras nas revistas da DC: um ser misterioso chamado de Oz tem algo a ver com o fato do Superman pré-Os Novos 52 esteja na Terra desta realidade e, mais ainda, termine substituindo o Superman corrente, que morreu em batalha. É quase certo Oz ser Ozzymandias.

Watchmen na recente arte de Lee Bermejo.
Watchmen na recente arte de Lee Bermejo: Espectral, Comediante, Coruja, Dr. Manhattan, Rorschach e Ozzymandias.

Watchmen é uma das HQs mais aclamadas da história e mostra uma complexa trama na qual o assassinato de um senhor de idade – que se revela ser o antigo herói O Comediante – dá início a uma investigação realizada pelo justiceiro Rorschach. Isto num mundo em que os super-heróis fantasiados surgiram no final da década de 1930 e levou à criação do super-grupo Minutemen (que tinha membros como Espectral, Coruja e Comediante), que terminou se esfacelando com o tempo. Nos anos 1960, surge uma nova leva de heróis (Rorschach, Ozzymandias, novas versões de Coruja e Espectral) e tudo é mudado quando também aparece o primeiro herói realmente com superpoderes: o Dr. Manhattan. A ação dos vigilante é intensa, mas após uma onda de violência no fim dos anos 1970, o Congresso dos EUA aprova uma lei proibindo a ação dos mascarados. Assim, Dr. Manhattan e Comediante trabalham para o Governo, enquanto Coruja, Espectral e Ozzymandias se aposentam e Rorschach continua agindo sozinho como um fora da lei perseguido pelas autoridades. Mas o misterioso assassinato do Comediante, em 1985, irá colocar todos esses velhos heróis em rota de colisão de novo!

Obra máxima de Alan Moore, com desenhos de Dave Gibbons, Watchmen foi um grande sucesso quando publicada e mudou para sempre o panorama das histórias em quadrinhos. Apesar de pertencer a DC Comics, Watchmen sempre existiu como uma realidade à parte, mas após o experimento de Before Watchmen (uma série de minisséries com os personagens situados antes dos fatos principais da obra original) motivou a editora a usá-los novamente. (Ah, e existe um filme para o cinema adaptando a história, lançado em 2009 e dirigido por Zack Snyder).

Mas o que irá acontecer do choque de Watchmen com o Universo DC tradicional?

***

Flash e o botom do Comediante. Arte de Jason Fabok.
Flash e o botom do Comediante. Arte de Jason Fabok.

Batman foi criado pelo cartunista Bob Kane e o roteirista Bill Finger, estreando na revista Detective Comics 27, de 1939 e desde então é publicado pela DC Comics.

O Flash foi criado por Gardner Fox e Harry Lampert, aparecendo em Flash Comics 01, de 1940. Em sua primeira versão era o universitário Jay Garrick. Após ser cancelado, o Flash ganhou uma segunda e mais famosa versão em 1956, estreando na revista Showcase 04, reformulado por Robert Kanigher e Carmine Infantino, sendo considerado o marco zero da Era de Prata dos Quadrinhos. Na trama, este novo Flash era o policial forense Barry Allen, que ganha seus poderes em um acidente de laboratório. Este Flash também foi membro fundador da Liga da Justiça, em 1960. Outras versões do Flash surgiram desde então, como Wally West, mas é Barry Allen o mais querido dos fãs e titular oficial do cargo.

Anúncios