X-Men: Filmes dos mutantes têm reboot à vista e mais novidades sobre Deadpool, Novos Mutantes, Gambit e X-Force

X-Men.

Os X-Men com Bryan Singer (em xadrez). Não mais!

Uma bomba foi lançada pelo site The Hollywood Reporter ontem: a Fox estaria extremamente insatisfeita com os resultados de X-Men – Apocalipse, sequência de X-Men – Dias de um Futuro Esquecido, terceiro filme da série que mostra as origens do supergrupo de heróis mutantes da Marvel Comics levado aos cinemas pela 20th Century Fox, que chegou aos cinemas em maio passado. Como resultado, decidiu demitir o diretor Bryan Singer do comando da franquia e dar um novo direcionamento a tudo. E um reboot, zerando tudo, está no horizonte.

O fato é que a performance nas bilheterias de Apocalipse foi menor do que a do antecessor Dias de Um Futuro Esquecido, que foi um dos maiores sucessos da franquia. Mas a Fox está cansada de chegar perto e nunca atingir seus objetivos. Desde o início dos X-Men nos cinemas, em 2000, os heróis mutantes não conseguem emplacar megassucessos como Homem-Aranha ou Vingadores. Bryan Singer comandou a maioria dos filmes e, portanto, teve sua chance. O estúdio está partindo para outra.

Deadpool aumenta suas fichas.

Deadpool aumenta suas fichas.

De concreto, o THR adiantou algumas coisas: Deadpool 2 segue em produção e está à procura de um novo diretor. Já começam, inclusive, conversas sobre Deadpool 3, que teria personagens da X-Force, outro spin-off dos X-Men que deve chegar às telonas no futuro distante. Gambit também segue em produção, embora neste caso, é bem mais complicado: novamente sem diretor e com o risco de perder seu protagonista. Mas Novos Mutantes será mesmo realizado e as gravações já iniciam na primavera do ano que vem, ou seja, no segundo trimestre.

Poster de Logan: Wolverine em fim de era.

Poster de Logan: Wolverine em fim de era.

Logan, o último filme de Wolverine com Hugh Jackman no papel, será lançado em 2017 e, portanto, vai encerrar este ciclo dos X-Men nos cinemas.

O que vem por aí?

Novo trio: Jean Grey, Noturno e Ciclope. Seguirão em frente?

Novo trio: Jean Grey, Noturno e Ciclope. Seguirão em frente?

O THR diz que um novo filme dos X-Men continua em produção e que Simon Kinberg (que escreveu tanto Dias de Um Futuro Esquecido quanto Apocalipse) continua trabalhando no roteiro. Ele também serve como Produtor Executivo e – até segunda ordem – é o chefão da franquia, substituindo Singer. Os planos originais para este novo filme dos X-Men seria uma aventura nos anos 1990 (dando prosseguimento ao costume de “filme por década” começado em X-Men – Primeira Classe) utilizando os “novos” personagens introduzidos em Apocalipse, ou seja, as versões juvenis de Ciclope, Jean Grey e Tempestade, mais alguns outros como Mercúrio, Noturno etc.

McAvoy, Singer e Fassbender nas gravações de Apocalipse.

McAvoy, Singer e Fassbender nas gravações de Apocalipse.

Também é fato que o trio de protagonista da Trilogia do Passado (Primeira Classe, Dias de Um Futuro Esquecido e Apocalipse) – James McAvoy (professor Charles Xavier), Michael Fassbender (Magneto) e Jennifer Lawrence (Mística) – encerraram seus contratos no último filme e precisam ser renegociados. O trio, mas especialmente os dois últimos, estão entre os atores mais bem pagos e prestigiados de Hollywood nos dias de hoje, portanto, a Fox vai precisar oferecer bem mais dinheiro para que eles embarquem nessa aventura.

E aí está um dos grandes problemas: os executivos da Fox já teriam dito aos seus produtores que só pagam esta conta se os filmes atingirem determinadas metas. Quer dizer, a Fox quer um filme batendo a marca de US$ 1 Bilhão que o Marvel Studios (e seus Vingadores) já atingiu quatro (!) vezes e a DC Comics duas.

Portanto, Kinberg e companhia precisam de uma história muito boa, que atraia o trio veterano e que convença o estúdio de que vale à pena investir tanto e correr esse risco de novo. Se não forem capazes disso, teremos uma grande mudança.

Em ambos os casos, é bem provável que a Fox opte por continuar as aventuras dos “novos” X-Men apresentados em ApocalipseCiclope, Jean Grey, Tempestade, Noturno, Mercúrio – em novas aventuras.

Novo começo?

Novo começo?

Caso o trio veterano tope continuar (ou a Fox permitir que sejam contratados), o estúdio tem duas opções claras: continuar os planos e fazer seu filme nos anos 1990 (pouco provável) ou avançar para os tempos atuais e produzir o primeiro filme dos X-Men no presente desde O Confronto Final. Claro que isso deixaria um problema cronológico em mãos: como aqueles novos personagens permanecem tão jovens 30 anos depois de Apocalipse? Mas parece que essa é a menor das preocupações do estúdio.

Também é possível a Fox simplesmente zerar tudo, contratar novos atores para os velhos papeis e dar início a um novo Universo dos X-Men que tenha suas raízes em Deadpool, que foi o grande sucesso do ano para o estúdio: orçamento pequeno e bilheteria alta, mesmo com Censura 18 anos! Começando tudo do zero, teremos novos Ciclope, Jean Grey, Tempestade, Xavier, Magneto, Mística e, sim, claro, Wolverine.

Neste cenário, Novos Mutantes poderia ser também uma pedra angular.

Por fim, nunca podemos esquecer a possibilidade, mesmo remota, da Fox estar em conversas com o Marvel Studios. O estúdio não falhou apenas com os X-Men: o Quarteto Fantástico foi o pior fiasco dos filmes de heróis dos últimos anos. Tendo em vista o que a Sony Pictures fez com o Homem-Aranha – integrá-lo ao Universo dos Vingadores, compartilhando o personagem com a Marvel – é bem possível que a Fox siga caminho similar.

Os próximos meses dirão.

Os X-Men foram criados em 1963 por Stan Lee e Jack Kirby, mas só foram bem-sucedidos comercialmente nos anos 1970, a partir da reformulação idealizada pelo escritor Len Wein e tocada à frente por Chris Claremont, Dave Cockrum e John Byrne. Daí em diante, se tornaram uma das revistas de maior sucesso da Marvel Comics.

About hqrock - Irapuan Peixoto

Doutor em Sociologia, professor universitário, músico e escritor amador. Nascido em 1979, já via quadrinhos antes de aprender a ler. Coleciona revistas desde 1990. É roqueiro de nascença. Toca em bandas de vez em quando, mas está gravando um disco com suas composições.

Posted on 10/11/2016, in Filmes, Gambit, Marvel Comics, Wolverine, X-Men. Bookmark the permalink. 3 comentários.

  1. seria o máximo a Marvel Studios (Marvel) comprar os direitos dos Mutantes (XMen) ou apenas uma parceria para bons filmes e séries.

  2. Já eu espero que haja uma parceria Marvel/Fox. Não acho que a fórmula de filmes típica da Marvel caiba aos mutantes, que sempre tiveram um lado mais dramático (odiados e temidos) e aventureiro. Claro que o humor é necessário em alguns momentos, mas sem transformar o filme todo numa comédia pastelão. Imagine a cena: um purificador está matando um mutante e de repente… uma piada…

    Por outro lado, é preciso dosar também a sisudez, ou corre-se o risco de, em lugar das piadinhas chatas e desnecessárias a cada dois minutos, termos um filme escuro, deprimente e cansativo.

    Infelizmente nenhum dos estúdios vêm acertando de fato, em nenhuma das franquias relacionadas às duas maiores editoras. Cada uma precisa, urgente, se encontrar…
    X-Men poderia ser um bom começo para isso… torço para que a Fox o faça… e, claro, com a parceria da Marvel, afinal, os mutantes precisam voltar a brilhar… nos quadrinhos. E essa guerrinha estúpida entre as duas corporações tem feito a melhor equipe da Casa das Ideias ser tratada como se fosse de quinto escalão.

  1. Pingback: X-Men: Fox reorganiza seu calendário de filmes, com datas de novos filmes de Deadpool e mais | hqrock

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: