Heróis em guerra.
Heróis em guerra.

Uma grande notícia veio à tona agora há pouco sobre Capitão América – Guerra Civil, sequência de Capitão América 2 – O Soldado Invernal e fecho da trilogia das aventuras-solo do herói criado pela Marvel Comics, levado aos cinemas pelo Marvel Studios e Disney Company. É um rumor, por enquanto, mas pode ser quente: segundo o That Hastag Show (que acertou alguns furos ultimamente), endossado pelo Latino Review, Guerra Civil começará com um funeral e terminará com outro! De quem será? Descubra a seguir. Nem precisa dizer que há potencialmente grandes spoilers à frente, por isso, só siga à frente se não se importar com segredos revelados.

Segundo o That Hastag Show, o primeiro funeral é de Peggy Carter, algo que já sabemos ser verdade há tempos, pois vazaram fotos dos convites da cerimônia durante sua gravação em Atlanta meses atrás. O que não foi revelado é que, na verdade, foram filmadas duas cenas de funerais. E o segundo enterro, no fim do filme, será de Steve Rogers, o próprio Capitão América.

Capitão América é assassinado no fim de Guerra Civil. Arte de Steve Epting.
Capitão América é assassinado no fim de Guerra Civil. Arte de Steve Epting.

Seguindo uma linha similar a das histórias em quadrinhos originais, ao fim da batalha em Guerra Civil, o Capitão América conseguirá um tipo de perdão aos seus aliados pela “rebelião” ao longo da trama, em troca de sua rendição e de assumir toda a culpa sozinho. O personagem será levado à corte e será baleado nas escadarias do tribunal, morrendo em seguida. No funeral, Tony Stark estará completamente arrasado pela morte do amigo, ainda mais em tais circunstâncias.

Em seguida, terá uma cena em que Sharon Carter (Agente 13), Bucky Barnes (o Soldado Invernal) e Sam Wilson (o Falcão) irão resgatar o escudo do Capitão. Segundo o site, foram filmadas três versões da mesma cena, na qual cada um deles decide assumir o manto do novo Capitão América. Isso teria sido feito para que não se descobrisse até o fim quem será a nova versão do personagem. Nas HQs, tanto Barnes como Wilson assumiram o manto em momentos diferentes.

O aliados do Capitão América: Homem-Formiga, Gavião Arqueiro, Agente 13, Falcão e Soldado Invernal.
O aliados do Capitão América: Homem-Formiga, Gavião Arqueiro, Agente 13, Falcão e Soldado Invernal.

Qual dos três você acha que será o novo Capitão América?

Nos quadrinhos, Steve Rogers é morto na sequência de Guerra Civil, que é o arco A Morte do Sonho (saiba mais clicando aqui). Na trama, Rogers deixa um bilhete por escrito para que Bucky Barnes continue a carregar o escudo do personagem e o Soldado Invernal se torna o novo Capitão América. Depois de algum tempo, descobriu-se que Rogers estava vivo, mas mesmo depois de retornar, ainda deixou Barnes no papel por algum tempo até voltar a ser o Capitão América. Em histórias mais recentes, Rogers deixou o posto de novo e passa o escudo para o Falcão, que usa o nome de Capitão América atualmente nas HQs da Marvel.

O Soldado Invernal vira o novo Capitão América. Traço de John Romita Jr.
O Soldado Invernal vira o novo Capitão América. Traço de John Romita Jr.

Algo semelhante ocorrerá nos filmes da Marvel? O HQRock já especulou à respeito antes. É possível! Seria uma manobra para ter o Capitão América (Buck Barnes ou Sam Wilson) liderando os Vingadores em Vingadores – Guerra Infinita Parte 1, para depois, Steve Rogers retornar ao posto em Vingadores – Guerra Infinita Parte 2. O catalizador disso seria que uma nova formação dos Vingadores, com o novo Capitão América, Homem-Aranha, Falcão, Máquina de Combate, Homem-Formiga, Feiticeira Escarlate e Visão iria enfrentar Thanos no primeiro filme e ser derrotada; obrigando aos velhos membros (Steve Rogers, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro – mais o reforço de Pantera Negra e Capitã Marvel) a se reunirem, deixarem as diferenças de lado e derrotarem Thanos.

Falcão como Capitão América. Arte de Alex Ross.
Falcão como Capitão América. Arte de Alex Ross.

Do ponto de vista da vida real, essa “manobra” seria uma forma de preservar os atores veteranos – Chris Evans, Robert Downey Jr., Chris Hensworth etc. – que só tem, cada um, por contrato, um único filme restante. A ausência deles na Parte 1 possibilitaria estarem todos na Parte 2 e encerrarem seus contratos fechando a história da Fase 3 do Marvel Studios. Daí para frente, a Marvel poderia negociar novos contratos ou mesmo substituí-los por atores mais jovens. Também poderia dar um tempo nos personagens mais veteranos e dar mais espaço aos novos para, depois de um tempo, trazer as novas versões dos velhos personagens.

Voltando a Steve Rogers (e Chris Evans), acho muito difícil a Marvel/Disney ter peito de matar o personagem definitivamente. É muito mais provável sua morte ser um embuste tal qual a de Nick Fury em O Soldado Invernal. O site diz que, no filme. a morte ficará de modo ambíguo no fim, não se sabendo ao certo quem é o responsável por ela (o que seria, obviamente, um gancho para Capitão América 4). Também não é impossível o filme abrir logo o jogo e mostrar – em uma cena pós-créditos, por exemplo  – que Rogers não morreu e que tudo não passou de uma jogada para ele ficar fora de circulação. Quem sabe?

Civil War foi publicada como um minissérie em sete partes, entre 2006 e 2007, com roteiro de Mark Millar e arte de Steve McNiven, sendo a história da Marvel mais importante daquela década, mudando o status quo dos personagens por anos.

No filme, uma tragédia fará o Governo dos EUA baixar uma lei que exige o controle dos superhumanos, abrindo um debate acirrado entre o Homem de Ferro (que defenderá a lei) e o Capitão América (que julgará que ela fere dos os direitos civis). O Homem-Aranha terá uma participação importante no filme como alguém que fica dividido entre as duas facções. Além de Tony Stark assumir um papel quase vilanesco, também teremos como vilões o Barão Zemo e Ossos Cruzados. Os personagens dos filmes do Capitão – Soldado Invernal, Falcão, Sharon Carter – e dos outros filmes da Marvel – Viúva Negra, Gavião Arqueiro, Feiticeira Escarlate, Visão, Máquina de Combate e o estreante Pantera Negra – participarão do filme e se dividirão entre as duas facções. Guerra Civil também servirá de “abre-alas” para Vingadores – Guerra Infinita Parte 1 e Parte 2,que estreiam em 2018 e 2019, respectivamente.

Captain America – Civil War tem direção dos irmãos Joe Anthony Russo e roteiro de Christopher Markus e Stephen McFeelyO elenco tem Chris Evans (Steve Rogers/Capitão América), Robert Downey Jr.(Tony Stark/ Homem de Ferro), Scarlett Johansson (Natasha Romanoff/ Viúva Negra),  Sebastian Stan (Bucky Barnes/Soldado Invernal), Anthony Mackie (Sam Wilson/Falcão), Frank Grillo (Brock Rumlow/ Ossos Cruzados) Daniel Brühl (Barão Zemo), Emily VanCamp (Sharon Carter/ Agente 13), Jeremy Renner (Clint Barton/ Gavião Arqueiro), Elizabeth Olsen (Wanda Maximoff/ Feiticeira Escarlate), Paul Bettany (Visão), Paul Rudd (Scott Lang/ Homem-Formiga), Don Cheadle (Coronel Jim Rhodes/ Máquina de Combate), Chadwick Boseman (T’Challa/ Pantera Negra), William Hurt (General Thaddeus Ross), Martin Freeman (papel não-revelado), com participação especial de Tom Holland (Peter Parker/ Homem-Aranha) e Hayley Atwell (Peggy Carter). O longametragem é o primeiro daFase 3 do Universo Marvel nos Cinemas. As filmagens já encerraram e a estreia será em 06 de maio de 2016.

O Capitão América foi criado por Jack Kirby e Joe Simon em 1941 e foi o maior sucesso dos anos iniciais da Marvel Comics. Após décadas sem ser publicado, foi resgatado para as histórias modernas em Avengers 04, de 1964, por Stan Lee e Jack Kirby, numa história dos Vingadores, grupo que passou a liderar a partir de então.

Anúncios