A formação clássica do Deep Purple, nos anos 1970.
A formação clássica do Deep Purple, nos anos 1970.

Foi anunciado ontem, em Los Angeles, os artistas que serão introduzidos no Hall da Fama do Rock 2016 e a banda britânica de hard rock Deep Purple é uma das agraciadas. O título é simbólico, mas de qualquer modo é um reconhecimento à importância do grupo. Entre os critérios para a premiação estão ter lançado o primeiro álbum há mais de 25 anos e ter indiscutível significância à história da música e do rock.

No caso do Deep Purple, serão premiados a formação clássica do grupo – que esteve reunida entre 1970 e 1973 – ou seja, Ian Gillan (vocais), Richie Blackmore (guitarra), Roger Glove (baixo), Jon Lord (teclados) e Ian Paice (bateria); além do membro original (1968-1970) Rod Evans (o primeiro vocalista); e os membros adicionais da formação 1973-1975: David Coverdale (vocais) e Glenn Hughes (baixo).

Infelizmente, a premiação deixa de fora Nick Simper (o primeiro baixista), Tommy Bolin (guitarrista da formação 1975-1976) e os músicos que ingressaram após o retorno da banda em 1984, como o guitarrista Steve Morse.

Além do Deep Purple, o Hall da Fama 2016 irá homenagear as bandas Cheap Trick, Chigado, NWA e o artista Steve Miller. A lendária banda britânica de rock progressivo Yes foi indicada ao prêmio, mas não foi escolhida, infelizmente.

O Deep Purple se formou em Londres, em 1968, da união de vários músicos que já circulavam no circuito de bares e clubes da cidade. Após lançar quatro álbuns de recepção pequena, uma nova formação do grupo acertou a mão com o disco In Rock (1970) e iniciou uma sequência de bastante sucesso, que culminou em discos de grande sucesso, como Machine Head (1972). Apesar da troca de membros ao longo dos anos seguintes, o grupo se manteve em evidência, com destaque ao álbum Burn! (1974), porém, após 1975 as dificuldades aumentaram e o conjunto encerrou as atividades no ano seguintes. Seus ex-membros seguiram carreiras de sucesso em outras bandas, mas o Deep Purple retomou as atividades em 1984 e, desde então, segue lançando álbuns e fazendo shows com alguns membros de suas formações clássicas.

Advertisements