Batman: confirmado o pesadelo.
Batman: confirmado o pesadelo.

Este fim de semana ocorreu a Comic-Con Experience, em São Paulo, aqui no Brasil, e algumas grandes novidades vieram de lá, com a presença de atores, artistas e técnicos envolvidos com quadrinhos e cinema. No painel sobre Batman vs Superman – A Origem da Justiça, sequência de Superman – O Homem de Aço, o reinício da franquia cinematográfica da Warner Bros. sobre o personagem da DC Comics, que colocará o homem-morcego contra o último filho de Krypton, resultando no primeiro encontro cinematográfico dos dois mais icônicos de todos os super-heróis, houve a presença do figurista Michael Wilkinson, que produziu os uniformes dos heróis, e este deu um grande depoimento sobre o filme, confirmando algumas boas informações, como a confirmação da sequência de sonho do Batman e a presença do Flash no filme.

Quando o trailer de A Origem da Justiça emplacou na web esta semana (veja o trailer aqui), a grande questão que surgiu foi do que se tratava da estranha cena em que Batman aparece no deserto combatendo soldados e demônios! E para piorar, esta cena está claramente relacionada àquela outra lançada como um teaser separado (veja aqui) na qual Batman está acorrentado e é desmascarado pelo Superman. Logo se especulou tudo se tratar de um sonho, afinal, há um tom pastel em toda a cena (ausente no restante do vídeo) e a pista de um boneco do Batman com aquele uniforme específico (diferente do que usa no restante do filme) que foi exibido durante a Comic-Con de San Diego, em julho, que era chamado Knightmare Batman (trocadilho de “knight”/cavaleiro com “night”/noite que pode ser traduzida como “pesadelo do cavaleiro”).

O que está acontecendo aqui? É um pesadelo!
O que está acontecendo aqui? É um pesadelo!

Em sua fala, Wilkinson explicou que se trata mesmo de um sonho ao ser questionado sobre o visual do pesadelo:

É um look diferente. Zack [Snyder, o diretor do filme] teve essa grande ideia de um tipo de visão de pesadelo, quase uma visão do futuro, uma visão pós-apocalíptica. É como um sonho que Ben [Affleck, que vive o Batman] tem, então, nós queríamos que tivesse uma qualidade quase como um tipo de Mad Max, para marcar o fim do mundo, tentando sobreviver à experiência e, então, o Superman e seus seguidores chegam. É um tipo de representação da incrível quantidade de obsessão que Bruce Wayne tem sobre a ameaça do Superman. Neste filme, Superman… normalmente ele é visto como uma figura de esperança, uma coisa positiva, mas neste filme, suas motivações, as consequências das ações dele são realmente questionadas pelo mundo. Ele é um salvador? Ou ele é um alien perigoso com intensões desconhecidas? E isto se transforma em uma obsessão para Bruce Wayne. Assim, isto é manifestado nesse tipo de sonho incrível que Zack decidiu criar.

Ele completou falando de quanto o tempo A Origem da Justiça passa após O Homem de Aço e as consequências da destruidora batalha de Superman contra Zod que aniquilou metade de Metropolis.

Bruce Wayne em meio à destruição de Metropolis: ódio ao Superman.
Bruce Wayne em meio à destruição de Metropolis: ódio ao Superman.

Este filme se passa oito meses após O Homem de Aço. Daquele cataclisma no fim de O Homem de Aço. E agora, num mundo onde as consequências daquele evento estão sendo processadas. Muitas pessoas morreram naquele evento e um monte de gente vê o Superman como sendo o responsável por aquelas mortes. E isto é uma coisa com que nós lidamos neste filme. É a natureza do poder, da responsabilidade que vem com tendo incríveis superpoderes. É um filme que não é apenas um fantástico arrasa-quarteirão de verão com incríveis cenas de ação, mas é também sobre ideias e eu penso que isso é que vai ser um filme com bastante apelo para as pessoas.

Ao ser perguntado sobre o Flash, o figurinista terminou confirmando que haverá pelo menos uma pequena participação do personagem no filme:

Flash será visto (rapidamente) no filme.
Flash será visto (rapidamente) no filme.

Bem, eu não estou realmente com a liberdade de falar sobre o Flash agora, mas é algo que vocês verão no futuro em nossos filmes. Você terá um vislumbre dele, é claro, em Batman vs. Superman. Mas eu realmente estou ansioso para pegar essa fantástico, icônico uniforme do Flash e interpretá-lo de um modo novo em que [o ator] Ezra Miller interpreta o Flash. Ele é um grande performer, tem um tipo de senso de humor e uma juventude que irá ser ótima para Barry Allen e eu acho que ele irá fazer um grande Flash.

Ele tem uma silhueta diferente dos outros e eu acho que é isso o que faz a Liga da Justiça tão incrível. Eles são todos diferentes: juntos eles são superfortes, mas eles todos tem seus próprios estilos de luta, seus visuais diferentes, suas especificidades físicas. O Flash é muito mais um maratonista olímpico ou algo do tipo. Ele é esguio e não é parrudo e grande como a maioria dos outros caras na Liga. 

Liga da Justiça nos quadrinhos. Arte de Jim Lee.
Liga da Justiça nos quadrinhos. Arte de Jim Lee.

Como ele usou a palavra “vislumbre“, acaba corroborando o velho rumor de que o Flash aparecerá no filme por meio de uma filmagem em um monitor. Provavelmente, sendo observado ou pelo Batman ou por Lex Luthor, dando a dimensão de que existem outros superseres no mundo além do Superman (e da Mulher-Maravilha e Aquaman). Por isso, Ezra Miller sequer deve ter gravado uma cena, deve ser apenas uma criação em CGI na qual vemos somente um borrão vermelho, sem nenhum detalhe de seu uniforme.

Já que ele entrou no assunto da Liga da Justiça, Wilkinson também confirmou que o filme será gravado em Londres, com seis meses de filmagens. Ele comentou outros personagens, como Aquaman e Mulher-Maravilha, ambos já presentes também em A Origem da Justiça. (O filme da Liga estreia em 2017, também será dirigido por Snyder e terá suas gravações provavelmente no segundo semestre do ano que vem).

Por fim, Wilkinson também comenta o uniforme do Batman, mostrando que o herói poderá virar a cabeça para trás (ao contrário da maioria de suas encarnações no cinema), por causa de uma nova tecnologia e que Zack Snyder lhe encomendou um uniforme que fosse fiel aos quadrinhos (um uniforme, não uma armadura), mas que tivesse uma aparência surrada pelo uso, com marcas de faca, de balas, arranhado e carcomido pelo tempo. Afinal, o homem-morcego está na ativa há 20 anos quando o filme começa.

E revelou a nova forma de fazer uniformes: scaneando o corpo do ator, desenvolvendo o design no computador, imprimindo partes dele em impressoras 3D e usando novos materiais de altíssima tecnologia.

Em Batman vs. Superman – A Origem da Justiça, o mundo lida com as consequências da batalha do Superman contra Zod, que destruiu metade da cidade de Metropolis no filme Superman – O Homem de Aço. Parte da população vê o último filho de Krypton como um herói, mas outra parcela o teme e o culpa pela tragédia. Enquanto precisa lidar com investigações e questionamentos sobre seu comportamento, Clark Kent está investigando o misterioso vigilante urbano conhecido como Batman, da cidade de Gotham City, que há 20 anos age à margem da lei. Secretamente, este é Bruce Wayne, empresário que teve um de seus prédios destruídos na batalha e que viu muitos amigos morrerem, nutrindo ódio e desconfiança pelo Superman. Ao mesmo tempo, o vilanesco Lex Luthor manipula os bastidores para jogar o Superman contra o Batman e se livrar de ambos os problemas, levando a um épico combate entre os dois heróis.

Contudo, quando os planos não seguem o previsto, Luthor aciona uma alternativa: clonar o cadáver de Zod, o que resulta em um monstro poderosíssimo e descontrolado (Doomsday/ Apocalipse) que obrigará o homem-morcego e o homem de aço a unirem às forças entre si e com a Mulher-Maravilha. Além desses, o filme também trará a participação especial do Aquaman.

Batman v. Superman – Dawn of Justice  é produzido por Deborah Snyder e Charles Roven, com roteiro de Chris Terrio (de Argo) e David S. Goyer (dos filmes do Batman e O Homem de Aço); e dirigido por Zack Snyder (de 300 Watchmen), funcionando como uma sequência de Superman – O Homem de Aço. O elenco traz Ben Affleck (Batman/Bruce Wayne), Henry Cavill (Superman/Clark Kent), Amy Adams (Lois Lane),  Jesse Eisenberg (Lex Luthor), Diane Lane (Martha Kent), Laurence Fishburne (Perry White), Jeremy Irons (Alfred Pennyworth), Gal Gadot (Diana Prince/ Mulher-Maravilha), Tao Okamoto (Mercy Graves), Holly Hunter (senadora Finch), Callan Mulvey (rumores dizem que fará Anatoli Kanyazev, o KGBesta) e Scoot McNairy (papel não revelado); e a participação especial de Jason Mamoa (Orin/ Aquaman). Rumores também dão papeis a Jena Malone (Barbara Gordon) e Eli Snyder (Robin/ Jason Todd). O lançamento será em 25 de março de 2016.

Superman foi criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1938, estreando na revista Action Comics 01, e desde então é publicado pela DC Comics.

Batman foi criado pelo cartunista Bob Kane e o roteirista Bill Finger, estreando na revista Detective Comics 27, de 1939 e desde então é publicado pela DC Comics.

O Flash foi criado por Gardner Fox e Harry Lampert, aparecendo em Flash Comics 01, de 1940. Em sua primeira versão era o universitário Jay Garrick. Após ser cancelado, o Flash ganhou uma segunda e mais famosa versão em 1956, estreando na revista Showcase 04, reformulado por Robert Kanigher e Carmine Infantino, sendo considerado o marco zero da Era de Prata dos Quadrinhos. Na trama, este novo Flash era o policial forense Barry Allen, que ganha seus poderes em um acidente de laboratório. Este Flash também foi membro fundador da Liga da Justiça, em 1960. Outras versões do Flash surgiram desde então, como Wally West, mas é Barry Allen o mais querido dos fãs e titular oficial do cargo.

Advertisements