Hulk:nos cinemas quando?
Hulk:nos cinemas quando?

É, o mar não está para o Hulk, o icônico personagem criado pela editora Marvel Comics e levado aos cinemas pelo Marvel Studios como um dos Vingadores. Após ter sido uma das grandes sensações de Os Vingadores, em 2012, e ter criado grandes expectativas pela épica batalha contra o Homem de Ferro em Vingadores – Era de Ultron, lançado este ano, não há muita certeza sobre qual o futuro do golias verde nas telonas. Os fãs guardavam grandes esperanças de que o monstro iria aparecer em Guardiões da Galáxia Vol. 2, mas o próprio diretor do filme garantiu em seu Twitter que isso não irá acontecer.

Explicamos: ao fim de Vingadores – Era de Ultron, o Hulk, guiado pela consciência de Bruce Banner, decide se isolar de novo (como estava antes de Os Vingadores) por saber que representa uma grande ameaça. Preso dentro de um Quinjet – o jato dos Vingadores – o Hulk simplesmente deixa o piloto automático ligado a um destino ignorado e se deixa levar. Apesar do plot, muita gente queria ver o Hulk de volta em Capitão América – Guerra Civil, filme que trará vários dos membros dos Vingadores, mas o próprio ator Mark Ruffalo, que faz Banner, já confirmou que não está presente.

Hulk não estará junto aos...
Hulk não estará junto aos…

Os sites já noticiaram que havia uma versão inicial do roteiro que traria uma participação do personagem, mas a Marvel decidiu ser mais fiel à trama de Era de Ultron e deixou o gigante de jade de fora. (A menos que ele apareça em uma cena pós-créditos, hum?).

Por outro lado, muitos fãs vieram supor que, por estar em um jato, o Hulk poderia terminar no espaço e, assim, se encontrar em Guardiões da Galáxia Vol. 2, filme sobre a equipe de mercenários espaciais que fez grande sucesso no ano passado. Apesar de ser curiosa, a teoria não tem fundamento lógico: o Quinjet dos Vingadores não pode voar no espaço. (E o jato caiu no Oceano Índico, como diz uma fala no fim de Era de Ultron).

... Guardiões da Galáxia no Vol. 2.
… Guardiões da Galáxia no Vol. 2.

Mesmo já tendo negado a informação no passado, James Gunn, o diretor de Guardiões da Galáxia Vol. 2, veio novamente ao Twitter dizer que o Hulk não estará presente no filme:

Eu vou dizer agora (como já disse antes) que não há nenhuma chance do Hulk aparecer em Guardiões da Galáxia Vol. 2. (…) É importante para mim que [Peter] Quill [o Senhor das Estrelas, protagonista do filme] seja o único ser humano (terráqueo) do filme.

Alguém, então, lhe questiona se veremos muitas caras novas na sequência e ele diz:

Não muitas, com certeza. Quero garantir que nossos personagens tenham mais tempo individual do que no filme anterior.

Então, o que será do Hulk?

Mark Ruffalo como Bruce Banner: não houve espaço para explorá-lo apropriadamente ainda.
Mark Ruffalo como Bruce Banner: não houve espaço para explorá-lo apropriadamente ainda.

Existe, aparentemente, um problema de bastidores: rumores dão a entender que a Universal Pictures ainda é dona dos direitos do personagem para filmes individuais (foram eles quem produziram Hulk, de 2003). Não fica claro, portanto, o que dizer de O Incrível Hulk, de 2008, feito já pelo Marvel Studios e parte oficial do universo ficcional corrente, inclusive, com o General Ross daquele filme retornando agora para Capitão América – Guerra Civil. Mas talvez este elemento jurídico explique a pouca disposição da Marvel atualmente para fazer um novo filme solo do personagem. Apesar dos dois anteriores (2003 e 2008) não terem sido nenhum fenômeno de bilheteria, a sensação causada em torno do personagem por Os Vingadores, em 2012, teria justificado de imediato uma nova tentativa. Ainda mais com um ator talentoso como Mark Ruffalo totalmente disposto a isso, como diz em entrevistas.

De qualquer modo, aparentemente, só haverá uma nova aparição do Hulk nos cinemas em 2018 em Vingadores – Guerra Infinita Parte 1, ou mesmo, apenas na Parte 2, de 2019. A outra possibilidade é o personagem aparecer como “participação” em outro filme do Marvel Studios, dos quais os mais prováveis são Dr. Estranho, Thor – Ragnarok e Inumanos, que sairão em 2017 (2) e 2019, respectivamente.

Capa de Totally Awesome Hulk 01. Arte de Frank Cho.
Capa de Totally Awesome Hulk 01. E Amadeus Cho no detalhe. Arte de Frank Cho.

Saindo das terras do cinema e caindo nas HQs, o Hulk vivencia grandes novidades. Como parte da iniciativa All-New, All Different, a Marvel Comics está promovendo sua “renovação” anual de sua linha editorial e anunciou um novo Hulk. Mais um? Sim, mais um. (Tem o Hulk Vermelho…). A editora inicialmente fez suspense sobre quem seria esse novo Hulk, mas revelou esta semana.

A revista Totally Awesome Hulk 01 estreia em dezembro próximo e traz não mais Bruce Banner como o Hulk, mas Amadeus Cho.

Já descrito como “o adolescente mais inteligente do mundo”, Amadeus Cho é um rapaz coreano-americano que é coadjuvante das histórias do gigante verde há quase uma década. Cho foi criado pelo escritor Greg Pak (com arte de Takesi Miyazawa) em Amazing Fantasy (vol 2) 15, de 2006.

E é o próprio Greg Pak e o desenhista Frank Cho (ambos de ascendência Coreana) quem irão contar as aventuras desse novo Hulk Amadeus Cho.

Teremos que esperar o material para avaliar sua qualidade – Pek está por trás das duas aventuras mais famosas do Hulk nos últimos anos: Planeta Hulk e Hulk contra o Mundo (as mesmas que os fãs mais querem ver adaptadas ao cinema como filmes solo do personagem – veja aqui) – mas a iniciativa parece mostrar que a Marvel Comics simplesmente não sabe o que fazer com o gigante de jade. Afinal, nos últimos anos, além do famigerado Hulk Vermelho, tivemos a separação de Banner do Hulk (de novo!), ele usando armadura, como agente da SHIELD e sabe-se mais lá o quê.

Imagem promocional da nova revista.
Imagem promocional da nova revista.

É uma pena, pois em nossa humilde opinião, esse tipo de iniciativa só enfraquece o personagem. Há muito o que explorar na relação Banner-Hulk desde que os escritores estejam dispostos a isso. E inovar em cima do personagem é ótimo – foi isso o que fizeram Bill Mantlo com a Encruzilhada e Peter David com o Hulk Cinza nos anos 1980; David novamente com as múltiplas personalidades do Hulk no início dos anos 1990; e o próprio Pak com as duas sagas citadas – mas este lance de substituição de personagem por outro praticamente igual não parece ser o caminho. (Como não foi no caso do Homem-Aranha Superior…).

De positivo está apenas o fato da Marvel estar dando ainda mais espaço para personagens não anglo-saxônicos, o que é bem-vindo.

O Incrível Hulk foi criado por Stan Lee e Jack Kirby em 1962, estreando na revista The Incredible Hulk 01. O personagem já teve vários desenhos animados, uma série para a TV com atores e dois filmes para o cinema. Nos quadrinhos, é membro fundador dos Vingadores e também dos Defensores.

 

 

Anúncios