Martin Freeman: papel revelado?
Martin Freeman: papel revelado?

As cenas externas que simulavam uma batalha em um mercado africano já terminaram, mas prosseguem as filmagens de Capitão América – Guerra Civil, sequência de Capitão América 2 – O Soldado Invernal e fecho da trilogia das aventuras-solo do herói criado pela Marvel Comics, levado aos cinemas pelo Marvel Studios e Disney Company. Enquanto isso, mais rumores continuam chegando sobre o filme, que é bastante aguardado. As últimas notícias falam da possível identidade do papel interpretado por Martin Freeman (O Hobbit, Sherlock)

Atenção! O texto a seguir tem leves spoilers, portanto, só leia se não se importar em saber detalhes da trama do filme.

Segundo o site Latino Review, a identidade do personagem de Martin Freeman tem ligações diretas (embora tênues) com Vingadores – Era de Ultron, ainda em cartaz nos cinemas.

Os fãs e críticos achavam que o personagem seria Everett Ross, um diplomata dos EUA que atua em Wakanda, o fictício país africano que está no filme e é o lar do Pantera Negra. Os fãs da velha guarda logo pensaram em Peter Henry Gyrich, um assessor do Governo dos EUA destacado para lidar com a comunidade superhumana, especialmente os Vingadores.

Andy Serquis como Ullysses Klaue.
Andy Serquis como Ullysses Klaue.

Contudo, segundo o Latino Review, o nome do personagem de Freeman é Edward Chase, ninguém menos do que o Primeiro Ministro da Grã-Bretanha! Esta informação estaria ligada a Era de Ultron porque, no filme, vemos o traficante de armas Ullysses Klaue (Andy Serkis) falando ao telefone com alguém que ele chama de Ministro. Seria uma negociação clandestina com o Governo do Reino Unido para comprar armas realizadas a partir de vibranium (o raríssimo material que compõe o escudo indestrutível do Capitão América) para se defender dos super-seres que surgem cada vez mais em maior número.

O Barão Zemo nos quadrinhos.
O Barão Zemo nos quadrinhos.

Como fica claro, Edward Chase seria um papel vilanesco na trama e isto estaria também relacionado ao “incidente” trágico que daria início à campanha de difamação dos Vingadores e dos super-heróis depois que uma batalha resulta em centenas de mortes, chegando à Lei de Registro de Superseres que é o motivo da guerra civil entre o Capitão América e o Homem de Ferro. Também haveria ligações do personagem com o verdadeiro vilão do filme: o Barão Zemo.

Filmagem de luta entre o Capitão e Ossos Cruzados.
Filmagem de luta entre o Capitão e Ossos Cruzados.

Muitos rumores afirmam que o incidente do filme (que nas HQs ocorre nos EUA mesmo, numa pequena cidade) ocorreria em Londres. Já outros rumores dizem que seria em Wakanda, corroborando com a sequência de ação filmada nas últimas semanas (veja aqui).

O Soldado Invernal: central na trama?
O Soldado Invernal: central na trama?

Quem corrobora com a última opção é Lainey Gossip: a sequência no mercado de Wakanda seria a primeira grande sequência de ação do filme e onde ocorre a tragédia que dá origem ao Registro.

O mesmo site também afirma – junto a outros – que Bucky Barnes, o Soldado Invernal, vai ser mesmo o centro da história: Capitão e Falcão querem salvá-lo da lavagem cerebral sofrida nas mãos da HIDRA; o Homem de Ferro quer vingança porque (conforme revelado no filme O Soldado Invernal) Barnes é o assassino de seus pais; o Pantera Negra também quer vingança contra ele por algum motivo; e Ossos Cruzados e a HIDRA querem controlá-lo de novo. O Soldado Invernal será o grande “tema” do Registro.

Contudo, o site também acredita que Bucky Barnes terá um novo status quo totalmente diferente no fim do filme. Bem maior! Quem conhece os quadrinhos originais, já tem ideia do que pode acontecer… (Veja no final deste post aqui…).

***

Civil War foi publicada como um minissérie em sete partes, entre 2006 e 2007, com roteiro de Mark Millar e arte de Steve McNiven, sendo a história da Marvel mais importante daquela década, mudando o status quo dos personagens por anos.

No filme, uma tragédia fará o Governo dos EUA baixar uma lei que exige o controle dos superhumanos, abrindo um debate acirrado entre o Homem de Ferro (que defenderá a lei) e o Capitão América (que julgará que ela fere dos os direitos civis). O Homem-Aranha terá uma participação importante no filme como alguém que fica dividido entre as duas facções. Além de Tony Stark assumir um papel quase vilanesco, também teremos como vilões o Barão Zemo e Ossos Cruzados. Os personagens dos filmes do Capitão – Soldado Invernal, Falcão, Sharon Carter – e dos outros filmes da Marvel – Viúva Negra, Gavião Arqueiro, Feiticeira Escarlate, Visão, Máquina de Combate e o estreante Pantera Negra – participarão do filme e se dividirão entre as duas facções. Guerra Civil também servirá de “abre-alas” para Vingadores – Guerra Infinita Parte 1 e Parte 2, que estreiam em 2018 e 2019, respectivamente.

Captain America – Civil War tem direção dos irmãos Joe Anthony Russo e roteiro de Christopher Markus e Stephen McFeelyO elenco tem Chris Evans (Steve Rogers/Capitão América), Robert Downey Jr.(Tony Stark/ Homem de Ferro), Scarlett Johansson (Natasha Romanoff/ Viúva Negra),  Sebastian Stan (Bucky Barnes/Soldado Invernal), Anthony Mackie (Sam Wilson/Falcão), Frank Grillo (Brock Rumlow/ Ossos Cruzados) Daniel Brühl (Barão Zemo), Emily VanCamp (Sharon Carter/ Agente 13), Jeremy Renner (Clint Barton/ Gavião Arqueiro), Elizabeth Olsen (Wanda Maximoff/ Feiticeira Escarlate), Paul Bettany (Visão), Paul Rudd (Scott Lang/ Homem-Formiga), Don Cheadle (Coronel Jim Rhodes/ Máquina de Combate), Chadwick Boseman (T’Challa/ Pantera Negra), Martin Freeman (papel não-revelado), com participação especial de Hayley Atwell (Peggy Carter). O longametragem será parte da Fase 3 do Universo Marvel nos Cinemas, que deve culminar em Os Vingadores 3 e 4, em 2018 e 2019. As filmagens já iniciaram em Atlanta, no Estado da Georgia, nos EUA e a estreia será em 06 de maio de 2016.

O Capitão América foi criado por Jack Kirby e Joe Simon em 1941 e foi o maior sucesso dos anos iniciais da Marvel Comics. Após décadas sem ser publicado, foi resgatado para as histórias modernas em Avengers 04, de 1964, por Stan Lee e Jack Kirby, numa história dos Vingadores, grupo que passou a liderar a partir de então.

 

Anúncios