Era de Ultron tem estreia forte nos EUA.
Era de Ultron tem estreia forte nos EUA.

Vingadores – Era de Ultron, a sequência de Os Vingadores, o épico do Marvel Studios que reuniu nos cinemas pela primeira vez a equipe de super-heróis da Marvel Comics formada por Capitão América, Thor, Homem de Ferro e Hulk, só estreou nos EUA este fim de semana e já se consolidou um grande sucesso. A bilheteria do filme entre sexta e domingo chegou em US$ 187,7 milhões. Com este número, ele se torna a segunda maior estreia da história daquele país, atrás apenas de Os Vingadores (que fez 207 milhões em 2012)! Somando a arrecadação dos EUA com as dos outros países em que o filme estreou nas últimas semanas – inclusive no Brasil – já soma US$ 627 milhões em apenas 10 dias de exibição! Um sucesso arrasador.

[Atualizado, 05/05: Os números de domingo eram uma estimativa. Agora, com o apurado real das salas de cinema, a bilheteria dos EUA foi atualizada para mais: US$ 191,3 milhões, o que lhe consolida ainda mais como a segunda maior bilheteria da história, embora ainda atrás de Os Vingadores. Além disso, o novo filme está arrecadando uma média de 31% a mais do que o primeiro nos mercados internacionais, garante Dave Hollis, chefe de distribuição da Disney. Fim da Atualização].

Desse jeito, é praticamente certo que Era de Ultron irá atingir a rara marca de US$ 1 bilhão em bilheterias, já que sequer estreou ainda na China, por exemplo, um dos maiores mercados de cinema do planeta.

Capitão América e Thor: empurram o filme para o sucesso.
Capitão América e Thor: empurram o filme para o sucesso.

Era de Ultron também acumula outros números interessantes: Quebrou recorde de estreia em IMAX de quinta-feira, nos EUA: 3 milhões contra 2,3 milhões de Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge. Também é o segundo maior “primeiro dia” de bilheteria dos EUA, com US$ 84,4 milhões, atrás apenas de Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte II, que fez 91 milhões.

Sem sombra de dúvidas, são números para Marvel e Disney comemorarem.

Alguns acalentam um gosto amargo pelo fato de que a estreia de Era de Ultron fez menos do que a de Os Vingadores, em 2012. Contudo, há uma série de fatores a levar em consideração: desde o fato de que a reunião dos heróis não é mais uma novidade estupenda como foi em 2012, até a histórica luta de boxe que ocorreu no sábado e que tirou audiência de todos os filmes em cartaz nos EUA.

O Tony Stark de Robert Downey Jr. está nas três maiores estreias da história do cinema nos EUA.
O Tony Stark de Robert Downey Jr. está nas três maiores estreias da história do cinema nos EUA.

Embora alguns mais otimistas previam que Era de Ultron iria arrecadar US$ 230 milhões em sua estreia, a maioria dos analistas calculava um índice menor do que o primeiro filme e acertaram. De qualquer modo, a Marvel não tem nada do que reclamar, pois detém as três maiores estreias na história do cinema dos EUA, com Os Vingadores, Era de Ultron e Homem de Ferro 3 (174,1 milhões em 2013).

Dois de seus filmes foram as maiores bilheterias de 2014, também. Pode ser melhor do que isso?

Por fim, um nota negativa. No Brasil, a Disney desrespeitou acordo com Ancine de que um único filme não pode ultrapassar limite de salas estimado: duas salas em um complexo com até seis salas; e 35% das salas em multiplexes com mais de seis salas. Era de Ultron estreou com 42% das salas de cinema do Brasil na quinta passada.

Era de Ultron desrespeitou acordo com a Ancine.
Era de Ultron desrespeitou acordo com a Ancine.

Segundo a Folha de São Paulo, o Cinépolis do Metrô Itaquera, em São Paulo, o filme ocupa todas as sessões de cinco das oito salas disponíveis, o que equivale ao dobro do permitido.
O acordo foi assinado por 23 exibidores de filmes no Brasil e não tem força de lei, mas é um esforço para aumentar a distribuição de filmes nacionais nos cinemas.

Vingadores – Era de Ultron é o fechamento da chamada Fase 2 do Marvel Studios, que se desenvolveu em Homem de Ferro 3, Thor – O Mundo Sombrio, Capitão América – O Soldado Invernal e Guardiões da Galáxia. O filme envolve a ameaça da inteligência artificial Ultron, que constrói para si um corpo robótico indestrutível e quer eliminar a humanidade.  No filme, ele cria um exército de drones para auxiliá-lo. A trama envolve a dificuldade dos Vingadores existirem como equipe, que é potencializada pela chegada dos irmãos Feiticeira Escarlate e Mercúrio, que no início são opositores ao grupo. O andróide Visão também é introduzido, um ser artificial que se alia à equipe. Além de Ultron, também está presente a organização terrorista HIDRA e seu líder, o Barão Von Strucker. O supervilão Thanos, que apareceu brevemente no primeiro filme, também deve aparecer nas sombras, movendo a trama em direção ao capítulo seguinte da equipe, que será o filme duplo Vingadores – Guerra Infinita, Parte I e Parte II, que sairão em 2018 e 2019, respectivamente.

Avengers – Age of Ultron é escrito e dirigido por Joss Whedon. O elenco reúne Robert Downey Jr. (Tony Stark/Homem de Ferro), Chris Evans (Steve Rogers/Capitão América), Chris Hemsworth (Thor), Mark Ruffalo (Bruce Banner/Hulk), Scarlett Johansson (Natasha Romanoff/Viúva Negra), Jeremy Renner (Clint Barton/Gavião Arqueiro), Samuel L. Jackson (Nick Fury), Elizabeth Olsen (Wanda Maximoff/Feiticeira Escarlate), Aaron Taylor-Johnson (Pietro Maximoff/Mercúrio), James Spader (Ultron), Don Cheadle (Coronel James Rhodes), Cobie Smulder (Agente Maria Hill), Thomas Krestschmann (Barão Wolfgan Von Strucker), Paul Bettany (JARVIS/ Visão), Andy Serkis (Ulysses Klaue) e Kim Soo Hyun (Dra. Helen Cho), com participações especiais de Josh Brolin (Thanos), Anthony Mackie (Sam Wilson/Falcão) e Hayley Atwell (Peggy Carter). As filmagens passaram pela África do Sul, Itália, Coreia do Sul e Grã-Bretanha. O lançamento no Brasil foi em 23 de abril de 2015, uma semana antes dos EUA, onde chegou em 1º de maio.

Os Vingadores surgiram em 1963, criados por Stan Lee e Jack Kirby, publicados em The Avengers 01, reunindo personagens já criados previamente. Mais importante supergrupo da Marvel Comics, fazer parte da equipe significa ter um status diferenciado de importância no Universo da editora.

Anúncios