O logo de Guerra Infinita Parte 1 e 2: sob o comando dos irmãos Russo.
O logo de Guerra Infinita Parte 1 e 2: sob o comando dos irmãos Russo.

Os rumores já existiam e ganharam força recentemente, mas agora é (praticamente) oficial: os irmãos Joe e Anthony Russo irão dirigir Vingadores – Guerra Infinita, Parte 1 e Parte 2, que serão lançados em 2018 e 2019, respectivamente, como os terceiro e quarto filmes da franquia do Marvel Studios sobre a equipe de super-heróis publicados pela Marvel Comics. Os Russo Brothers já são os responsáveis por Capitão América 2 – O Soldado Invernal (lançado ano passado) e do vindouro Capitão América – Guerra Civil, que chega aos cinemas em 2016.

Os irmãos Russo: no comando dos Vingadores também.
Os irmãos Russo: no comando dos Vingadores também.

Os rumores de que os irmãos Russo iriam comandar Vingadores 3 e 4 surgiram já quando a Marvel anunciou sua leva de filmes para os próximos quatro anos, mas ganharam ainda mais força algumas semanas atrás quando o diretor de Os Vingadores e do prestes a estrear Vingadores – Era de Ultron, Joss Whedon, disse à revista Empire que não se imaginava voltando a comandar um filme da equipe, porque já está envolvido nisso há cinco anos e queria produzir outras coisas. (Leia aqui no HQRock!). A informação nova veio do Badass Digest, um site para lá de respeitável, mas está praticamente confirmado por causa do endosso do The Hollywood Reporter, o mais sério dos sites desse tipo. Falta uma confirmação oficial da Marvel, que deve vir nos próximos dias, juntamente com algumas outras novidades. Os dois sites, inclusive, acrescentam que os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely – responsáveis por Capitão América – O Primeiro Vingador, Capitão América 2 – O Soldado Invernal, Capitão América – Guerra Civil e Thor – O Mundo Sombrio – também estão à abordo. Segundo suas fontes, Guerra Civil já irá pavimentar de forma sólida Guerra Infinita, Parte 1, o que faz sentido manter a mesma equipe no comando de tudo.

Joss Whedon (centro) não volta para Vingadores 3 e 4.
Joss Whedon (centro) não volta para Vingadores 3 e 4.

Apesar de nenhuma menção dos sites, o HQRock não descartaria algum envolvimento de Joss Whedon na dupla de filmes. Um crédito de Produtor Executivo é praticamente certo (um tipo de cortesia por ter consolidado a franquia). Mas ele pode vir a servir como consultor e, quem sabe, até assinar a versão final do roteiro, partindo da base de Markus e McFeely. Assim, Whedon não ficaria “preso” ao filme por quatro anos (contando produção, filmagem e lançamento), mas ainda manteria algo da sua mão na franquia. Quem sabe? Pelo o que se pode entender, Vingadores – Era de Ultron será um momento crucial para a equipe de heróis, de modo que o filme terminará com uma nova formação do time assumindo os postos deixados vagos por Homem de Ferro, Hulk e Thor. Caberia ao Capitão América a liderança dos novatos, que podem incluir Pantera Negra e Capitã Marvel (dois personagens que terão filmes solo em breve), além do Homem-Aranha (que será incluído no universo dos Vingadores por causa de um acordo com a Sony Pictures).

O logo de Capitão América - Guerra Civil: ruptura.
O logo de Capitão América – Guerra Civil: ruptura.

Em seguida, Capitão América – Guerra Civil mostrará um racha ideológico entre este e o Homem de Ferro, quando Tony Stark defende um controle ferrenho dos super-humanos, de modo que anula os direitos civis das pessoas. A batalha “quebrará” os Vingadores em duas bandas e pode ter grandes consequências.

Thanos e a Manopla do Infinito: no comando de dois filmes.
Thanos e a Manopla do Infinito: no comando de dois filmes.

Isso levará a Vingadores – Guerra Infinita Parte 1, na qual uma nova equipe de heróis terá que enfrentar a ameaça do vilão Thanos (já mostrado brevemente em Os Vingadores e Guardiões da Galáxia), que se apossará da Manopla do Infinito, um artefato cósmico de imenso poder que reúne as Joias do Infinito, como o Tesseract, o Éter, a Orbe (de Guardiões da Galáxia) e a pedra do Cajado de Loki. A aposta é que esse novo time de Vingadores seja derrotado, obrigando que em Vingadores – Guerra Infinita Parte 2 a equipe original precise por suas diferenças de lado e reúna as forças novamente para derrotar a ameaça quase invencível de Thanos. Será épico! Guerra Infinita deve começar a ser filmado em 2017, com as duas partes gravadas concomitantemente para economizar custos e facilitar as agendas de todos os envolvidos, o que deve cobrir um período de quase dois anos de trabalho. Mas antes de tudo isso, veja Vingadores – Era de Ultron, que estreia no Brasil dentro de um mês. Avengers – Age of Ultron é escrito e dirigido por Joss Whedon. O elenco reúne Robert Downey Jr. (Tony Stark/Homem de Ferro), Chris Evans (Steve Rogers/Capitão América), Chris Hemsworth (Thor), Mark Ruffalo (Bruce Banner/Hulk), Scarlett Johansson (Natasha Romanoff/Viúva Negra), Jeremy Renner (Clint Barton/Gavião Arqueiro), Samuel L. Jackson (Nick Fury), Elizabeth Olsen (Wanda Maximoff/Feiticeira Escarlate), Aaron Taylor-Johnson (Pietro Maximoff/Mercúrio), James Spader (Ultron), Don Cheadle (Coronel James Rhodes), Cobie Smulder (Agente Maria Hill), Thomas Krestschmann (Barão Wolfgan Von Strucker), Paul Bettany (JARVIS/ Visão), Andy Serkis (Ulysses Klaw) e Kim Soo Hyun (Dra. Cho), com participações especiais de Josh Brolin (Thanos), Anthony Mackie (Sam Wilson/Falcão) e Hayley Atwell (Peggy Carter). As filmagens passaram pela África do Sul, Itália, Coreia do Sul e Grã-Bretanha. O lançamento no Brasil será em 23 de abril de 2015, uma semana antes dos EUA, onde chega em 1º de maio. Os Vingadores surgiram em 1963, criados por Stan Lee e Jack Kirby, publicados em The Avengers 01, reunindo personagens já criados previamente. Mais importante supergrupo da Marvel Comics, fazer parte da equipe significa ter um status diferenciado de importância no Universo da editora.

Anúncios