Detalhe da capa de Legends of the DArk Knight, com a arte de Norm Breyfogle.
Detalhe da capa de Legends of the Dark Knight, com a arte de Norm Breyfogle.

Ao longo de seus 75 anos de publicação, Batman, o combatente do crime das histórias em quadrinhos criado pela editora DC Comics, já foi escrito e ilustrado por alguns dos mais famosos e talentosos artistas do mundo. Contudo, enquanto alguns alçam o megaestrelato, outros não ficam tão famosos, apesar do talento. Este último é o caso do desenhista Norm Breyfogle, que imprimiu uma marca significativa nas histórias do homem-morcego na passagem da década de 1980 para 1990, mas raramente é lembrado no rol dos grandes artistas do cavaleiro das trevas.

Uma pequena reparação dessa condição foi anunciada esta semana pela DC Comics: a editora publicará em julho o encadernado Batman: Legends of the Dark Knight – Norm Breyfogle, inteiramente dedicado às aventuras do homem-morcego ilustradas por ele. É a primeira vez que a obra do artista ganha uma retrospectiva. A coletânea reúne as edições Detective Comics 579, 582 a 594 e 601 a 607, além de Batman Annual 11 e 12, publicadas originalmente entre 1987 e 1990. Os roteiros são de Alan Grant na primeira revista e John Wagner na segunda. O livro terá 520 páginas e preço de US$ 49,99.

Poderoso painel de Breyfoglem em Detective Comics 617.
Poderoso painel de Breyfoglem em Detective Comics 617.

A fase desenhada por Breyfogle ocorre no período posterior à morte do Robin II (Jason Todd) e o início da saga A Queda do Morcego, e coincide com um período no qual o Batman se tornou extremamente popular, fruto do alto nível de suas histórias, tanto nas revistas mensais, quanto nas especiais. Também foi a época do lançamento dos dois filmes dirigidos por Tim Burton.

A introdução do novo Robin, em Batman 457.
A introdução do novo Robin, em Batman 457.

Dessa forma, o Batman de Norm Breyfogle explora bastante uma abordagem sombria do personagem, o que o artista consegue com traços retos e expressivos, criando grandes paineis. Também ajuda muito os roteiros inteligentes e não-usuais de Alan Grant, escritor vindo da “invasão britânica”, na qual um grande número de artistas do Reino Unido migraram para os EUA e revolucionaram o mercado das histórias em quadrinhos, com abordagens mais adultas e contemporâneas dos personagens e das histórias.

A expressividade do Batman era uma das grandes marcas do artista: página de Batman 455.
A expressividade do Batman era uma das grandes marcas do artista: página de Batman 455.

As tramas de Grant trazem reflexos diretos da época, desde a primeira Crise no Golfo até os estopins finais da Guerra Fria, passando por temas mais mundanos como o descarte de lixo das grandes cidades. Tudo isso emoldurado na arte, dura, reta, expressiva e espetacular de Norm Breyfogle. A dupla criou vilões como Anarquia, Zsasz e Vetríloco, criou grandes histórias com Matadouro e Coringa e trouxe eventos marcantes, como a morte dos pais de Tim Drake e sua transformação no Robin III.

Norm Breyfogle: artista às vezes esquecido.
Norm Breyfogle: artista às vezes esquecido.

Para aqueles que lêem em inglês e têm interesse em aprofundar os conhecimentos em recantos não óbvios da trajetória do Batman, esta edição especial da DC é um ótima pedida.

Ângulos retos marcam a arte do artista.
Ângulos retos marcam a arte do artista.

Norm Breyfogle nasceu em 1960, em Iowa City, no Estado de Iowa, e desde cedo se envolveu com a arte, tendo cursado Pintura e Ilustração na Northern Michigan University. Começou sua carreira profissional nos jornais e fazendo desenhos para a NASA até ingressar nas HQs via editora DC Comics e outras, como First Comics e Eclipse Comics. O apogeu de sua carreira foi a partir de 1987, quando estreou na revista Detective Comics, estrelada pelo Batman. Ele também ilustrou as revistas Batman e Shadow of the Batman, uma revista com o herói Espectro e outra ilustrada pelo vilão (ou anti-herói) Anarquia, por ele criado. Com o fim dos anos 1990, Breyfogle não conseguiu mais trabalhos regulares nos quadrinhos, passando a se dedicar a outras atividades e ter dificuldades financeiras. Nos útlimos anos, fez trabalhos para as editoras Speakeasy e Archie, mas passa por problemas de saúde, após ter sofrido um infarto em 2014.

Batman foi criado pelo cartunista Bob Kane, estreando na revista Detective Comics 27, de 1939 e desde então é publicado pela DC Comics.

Anúncios