Legião Urbana: legado explorado,
Legião Urbana: legado explorado,

A fórmula deu certo e agora será repetida. A lendária banda de rock brasileira Legião Urbana terá outra canção adaptada como filme: a música Eduardo e Mônica, uma das mais famosas e queridas do repertório do grupo de Brasília, será transformada em longametragem, com produção da Gávea Filmes e direção de René Sampaio, a mesma equipe que realizou o filme Faroeste Caboclo, sucesso de bilheteria que também se baseou em uma canção da banda. Giuliano Manfredini, o filho do compositor Renato Russo, atuará como produtor-executivo.

O filme terá sua trama baseada em Brasília nos anos 1980.

Eduardo e Mônica foi lançada no álbum Dois, de 1986, e foi um dos grandes hits do disco, dando um impulso considerável à carreira da Legião Urbana. A letra narra a improvável história de amor da dupla do título, que prosseguem um relacionamento apesar de enormes diferenças de personalidade. Veja a banda executando-a no vídeo abaixo:

Giuliano Manfredini já havia tentado transformar a canção em uma série de TV (veja aqui). Ações como esta são alvo de uma ruidosa disputa judicial entre o herdeiro e os membros remanescentes da banda, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá.

A Legião Urbana se formou em Brasília em 1982 e lançou seu primeiro disco três anos depois, tornando-se o grupo de maior sucesso (e prestígio) do rock brasileiro em toda a sua história. Liderado pelo cantor e compositor Renato Russo, contava com Dado Villa-Lobos (guitarras) e Marcelo Bonfá (bateria). A banda lançou nove álbuns oficiais de estúdio  e encerrou as atividades por causa da morte de Russo, aos 36 anos, em 1996, em decorrência de complicações causadas pelos vírus HIV.

 

Anúncios