Simon Kinberg: comentários sobre Apocalipse.
Simon Kinberg: comentários sobre Apocalipse.

Em entrevista ao Yahoo! Movies, o roteirista e produtor Simon Kinberg falou bastante sobre X-Men – Apocalipse, sequência de X-Men – Dias de um Futuro Esquecido, terceiro filme da série que mostra as origens do supergrupo de heróis mutantes da Marvel Comics levado aos cinemas pela 20th Century Fox. O escritor deixa claro que o longametragem será o fechamento da Trilogia Primeira Classe, focada nas versões mais jovens de Xavier, Magneto e Mística. Por causa disso, ele sequer descarta realizar um X-Men 4 no futuro, retomando o velho elenco da Trilogia X-Men. Tudo claro vai depender dos desempenhos de bilheteria dos próximos filmes e do clamor público, porém, é fato que a Fox pretende agora investir mais em filmes dos heróis da Marvel, de modo que mais personagens mutantes chegarão às telonas, como o já confirmado Deadpool e Gambit.

Novamente, o escritor foi obrigado a dizer – mesmo que delicadamente – que Apocalipse trará de volta personagens como Ciclope, Jean Grey e Tempestade, estes serão vividos por outros atores, pois estamos falando de versões bem jovens deles: Apocalipse se passará em 1983, portanto, 17 anos antes do primeiríssimo filme da franquia.

Apocalipse realmente segue as histórias dos mutantes de Primeira Classe, então, nos futuros filmes dos X-Men, talvez [possamos trazer de volta os personagens da seção “futuro” de Dias de Um Futuro Esquecido]. Mas em Apocalipse é, de fato, com a geração mais jovem.

O velho elenco: Fox não descarta ainda fazer filmes do "presente" dos X-Men.
O velho elenco: Fox não descarta ainda fazer filmes do “presente” dos X-Men.

Falando em futuros filmes: teremos um X-Men 4 (continuando a Trilogia X-Men)?

Estou totalmente focado em Apocalipse agora e espero que seja o melhor filme da franquia, [mas] adoraria trabalhar com os atores originais de novo [da Trilogia X-Men]. Talvez, mas agora é tudo Apocalipse.

Sobre a família de Erik Lehnsherr, o Magneto, ser explorada em Apocalipse, já que seu filho Mercúrio apareceu em Dias de Um Futuro Esquecido:

É um relacionamento fascinante [entre Magneto e Mercúrio]. Erik cresceu sem uma família, isto é uma grande parte dele, de sua missão. Então, a ideia de explorar o que significa para Magneto ser um pai e se reconectar com esse filho tantos anos após o seu nascimento é fascinante e, certamente, algo que será interessante de explorar em futuros filmes.

Magneto continuará na tênue linha entre a vilania e o heroísmo.
Magneto continuará na tênue linha entre a vilania e o heroísmo.

Sobre o relacionamento entre Charles e Erik em Apocalipse:

No fim [de Dias de Um Futuro Esquecido], [Magneto] voa embora sem seu capacete [que o protege da telepatia de Charles], com a implicação de que ele irá seguir em frente e continuar a ser o Magneto de alguma forma, mas não ser mais hábil de se esconder de Charles, que será capaz de ler sua mente e rastreá-lo. Há algum tipo de trégua entre Charles e Magneto, mas uma parte de Magneto será sempre o Magneto que conhecemos dos quadrinhos.

O Yahoo! também perguntou sobre as implicações das revelações (e mudanças temporais) de Dias de Um Futuro Esquecido sobre a continuidade da franquia nos cinemas. Primeiro, se é Mística – e não Strycker – quem resgata Logan do fundo do rio, como é que Wolverine terminará tendo suas garras de adamantium no futuro?

Nós não vemos, porque ele não libera suas garras no fim do filme, [mas com os elementos da história] talvez como ele ganhou suas garras seja diferente [na nova linha temporal]. Mas ele termina na mesma destinação [ter as garras de adamantium].

Mercúrio terá sua relação com Magneto explorada no futuro.
Mercúrio terá sua relação com Magneto explorada no futuro.

Outro ponto que interessa ao público é o fato de que Mística é a mãe de Noturno (que apareceu em X-Men 2); e o pai é Azazel (que apareceu em Primeira Classe). Porém, Dias de Um Futuro Esquecido revela que Azazel está morto em 1973.

Já que Azazel está morto, isto quer dizer que Mística deu a luz ao Noturno no tempo entre Primeira Classe e DUFE? Tudo o que eu diria é que 10 anos se passaram entre Primeira Classe e DUFE, então, tudo é possível. Ela era uma mulher jovem em seus 20 anos indo para os 30… E eu deixaria aquilo lá.

Por fim, Kinberg revela que pensou seriamente em ter a personagem Psylocke em Dias de Um Futuro Esquecido e que a produção chegou até a testar atrizes para o papel, porque é uma heroína muito querida pelos fãs. Contudo, achou que não haveria espaço suficiente para ela no longa e resolveram, assim, guardá-la para um filme futuro. O mesmo vale para Cable, que também foi considerado a ser incluído no filme. Como é notória a relação entre Cable e Apocalipse, será que as viagens no tempo continuarão a ser um tema explorado em Apocalipse?

Para encerrar, só a curiosa constatação de que é Simon Kinberg quem continua sendo o portavoz da franquia dos X-Men nos cinemas, em vez do diretor Bryan Singer, que inclusive, já foi confirmado para o longametragem seguinte. Talvez, a Fox esteja esperando mesmo a poeira do processo judicial do diretor baixar, mesmo que o caso tenha sido arquivado. (Veja mais aqui).

X-Men – Apocalypse terá história de Bryan Singer e Simon Kinberg (de X-Men – Dias de Um Futuro Esquecido); com roteiro de Kinberg, Dan Harris e Michael Dougherty (de X-Men 2 e Superman – O Retorno); e será dirigido por Bryan Singer. O filme será uma sequência de Dias de Um Futuro Esquecido e trará de volta de James McAvoy (Charles Xavier), Michael Fassbender (Erik Lehnsherr/ Magneto), Jennifer Lawrence (Raven/ Mística), Hugh Jackman (Logan/Wolverine), Nicolas Hoult (Hank McCoy/ Fera), Evans Peters (Peter Maximoff/ Mercúrio). O lançamento será 27 de maio de 2016.

Os X-Men foram criados em 1963 por Stan Lee e Jack Kirby, mas só foram bem-sucedidos comercialmente nos anos 1970, a partir da reformulação idealizada pelo escritor Len Wein e tocada à frente por Chris Claremont, Dave Cockrum e John Byrne. Daí em diante, se tornaram uma das revistas de maior sucesso da Marvel Comics.

Anúncios