The Basement Tapes, de Dylan e The Band, finalmente completo!
The Basement Tapes, de Dylan e The Band, finalmente completo!

A gravadora Columbia Records, por meio do selo Legacy Records, irá lançar na íntegra as sessões do cantor e compositor Bob Dylan, um dos nomes mais importantes do rock, com o acompanhamento do grupo The Band, nas lendárias sessões de 1967. Será um box set de seis CDs e 138 canções, intitulado The Basement Tapes Complete: The Bootleg Series vol. 11. As gravações caseiras de Dylan com o The Band estão entre os materiais mais lendários e apreciados da história do rock, unindo a força do compositor norteamericano com a sonoridade relaxada e cativando do conjunto canadense.

As sessões não foram lançadas comercialmente na época em que foram realizadas, mas ficaram tão lendárias que – após anos sendo pirateadas – terminaram chegando ao mercado formal nos anos 1970, com o lançamento do álbum duplo The Basement Tapes, de 1975, que foi um sucesso estrondoso e chegou aos primeiros lugares das paradas dos EUA.

A história das gravações é a seguinte: após ter abandonado a sonoridade acústica do início da carreira para se aproximar do rock, influenciado pelos Beatles, Bob Dylan passou a excursionar com o grupo que seria mais tarde conhecido como The Band, em 1966. Contudo, o compositor sofreu, naquele mesmo ano, um gravíssimo acidente de motocicleta, ficando muitos meses em recuperação longe do público. Quando sua condição ficou melhor, em 1967, Dylan se reuniu ao The Band (formado por Robbie Robertson, Rick Danko, Richard Manuel, Garth Hudson e Levon Helm – todos vocalistas e multiinstrumentistas) no porão de uma pequena casa em West Saugerties, no estado de Nova York, nos EUA.

Bob Dylan e The Band  ao vivo em 1975.
Bob Dylan e The Band ao vivo em 1975.

Ali, gravaram uma série de demos de canções novas, muitas das quais ou ficariam inéditas ou seria gravadas por outros artistas, como This wheels of fire, You ain’t going nowhere, The mighty quinn e I shall be release. O conteúdo das gravações ficou lendário desde o início e começou a ser comercializado de forma pirata.

Em 1968, o the Band lançou o seu primeiro álbum, Music From the Big Pink, que foi um grande sucesso e, desde então, se tornou uma das bandas mais influentes dos EUA no fim dos anos 1960. Dylan lançaria álbuns como John Wesley Harding (1967), Nashville Skyline (1969) e Self Portrait (1970), usando apenas de modo muito casual aquele material, que só veria mesmo a luz do dia com o lançamento posterior de The Basement Tapes.

Contudo, agora, o box set reunirá a totalidade das gravações, incluindo várias canções até agora inéditas. As canções foram restauradas digitalmente dos tapes originais pelo ex-membro do The Band, Garth Hudson, e o arquivista e produtor canadense Jan Haust.

Além da box set de seis discos, a Columbia também lançará o alternativo The Basement Tapes Raw: The Bootleg Series vol. 11, um CD-duplo reunindo “o melhor” do material, para os menos afoitos.

O material chega às lojas em 04 de novembro deste ano. Será o 11º volume da série The Bootleg Series, que reúne material não-lançado de Dylan pela gravadora Columbia, tornando oficial aquilo que já circulava no mercado pirata de discos.

***

Nascido Robert Allen Zimmerman em Duluth, no Estado de Minnesota nos Estados Unidos, em 1941, Bob Dylan iniciou sua carreira profissional em 1962, alçando o sucesso comercial um ano depois. Desde então, é um dos compositores mais importantes e influentes do rock dos EUA.

 

 

Anúncios