Scott Derrickson: já fala de Dr. Estranho.
Scott Derrickson: já fala de Dr. Estranho.

O diretor Scott Derrickson sequer foi confirmado oficialmente pelo Marvel Studios, contudo, já dá entrevistas falando sobre Dr. Estranho, filme sobre o mago supremo do universo nas histórias em quadrinhos da Marvel Comics que será lançado  em breve, dentro do mesmo universo fictício dos Vingadores, por meio do Marvel Studios e Disney Company. Vindo dos filmes de terror, o diretor falou ao JoBlo enquanto faz a promoção de seu próximo filme, Delivery Us From Evil, sobre o que sente sobre o personagem e o tom do filme:

Eu acho que quando você analisa o trabalho que tenho feito, faz todo o sentido que ele [Dr. Estranho] seja o meu personagem favorito dos quadrinhos, pelo menos do Universo Marvel. Provavelmente, é o único personagem de HQ no mainstream que eu me encaixo. Sinto uma afinidade pelo personagem e a história e a ambição daquelas revistas, especialmente o material original de Stan Lee e Steve Ditko em Strange Tales [revista que publicava as primeiras histórias do personagem].

O site questiona se o filme terá um tom mais voltado ao horror, ao contrário do padrão do Marvel Studios, mas o diretor disse apenas: “Veremos”. Ele também gentilmente se recusou a comentar sobre a escalação de um protagonista.

Contudo, Derrickson disse uma frase bastante interessante ao responder sobre o entusiasmo com que o seu nome foi recebido na direção:

Mais do que isso, é o entusiasmo geral pelo Dr. Estranho [que me impressiona]. Acho que as pessoas que conhecem o mundo das HQs todas sente o mesmo que eu, que é: “Este é o filme da Marvel que estamos prontos para ver agora.

Jared Leto: ainda no páreo para o Dr. Estranho.
Jared Leto: ainda no páreo para o Dr. Estranho.

Seria bastante interessante que o diretor conseguisse ir mesmo nessa linha. Afinal, filmes precisam fazer concessões em relação ao material original das HQs. Com Dr. Estranho sendo sobre magia, não seria necessário esse filtro, o que poderia render uma produção bastante fiel ao material original.

Além da clássica fase escrita por Lee e Ditko, que fez sucesso entre os universitários dos anos 1960 por causa de suas reflexões filosóficas, parábolas e imagens psicodélicas; o Dr. Estranho teve fases bastante elogiadas no fim dos anos 1960 e início dos 1970 por escritores como Roy Thomas e Steve Englehart.

Por fim, o site Deadline Hollywood trouxe duas novidades sobre o filme. Primeiro, que o roteirista John Spaihts (de Prometheus, de Ridley Scott) está em negociações com o Marvel Studios para assinar Dr. Estranho. Em segundo, o site afirma que o roqueiro Jared Leto (de vencedor do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante do Oscar 2014 por Clube de Compras Dallas) continua no páreo para protagonizar o filme, embora nomes como Tom Hardy e Benedict Cumberbatch também tenham aparecido nos últimos dias.

Nos quadrinhos, Stephen Strange é um ex-cirurgião arrogante que, após perder os movimentos das mãos em um acidente de carro, vai em busca de cura no Oriente, onde termina se envolvendo com magia. Com o passar do tempo, Strange se torna o maior mago da Terra e, mais tarde, o mago supremo do universo.

Saiba mais sobre Dr. Estranho seguindo o link.

Dr. Estranho: o mais poderoso mágico da Marvel.
Dr. Estranho: o mais poderoso mágico da Marvel.

Dr. Strange, o filme, tem um roteiro escrito por  Thomas Dean Donnelly Joshua Oppenheimer, mas rumores apontam que a dupla Jon Aibel e Glenn Berger (de Kung-Fur Panda) foram contratados para reescrever o texto.  O diretor será Scott Derrickson (deA Entidade e O Exorcismo de Emily Rose). Dr. Estranho pode ser o filme que ocupará a vaga de lançamento do dia 06 de março de 2016, que o Marvel Studios já marcou sem especificar um filme. Caso se confirme, Dr. Estranho será o segundo filme da Fase 3 do estúdio, que começa com Homem-Formiga em 2015 e deverá culminar com Os Vingadores 3 em 2018.

O Dr. Estranho foi criado por Stan Lee e Steve Ditko (a mesma dupla do Homem-Aranha) em 1963 na revista Strange Tales 110. Sucesso nos anos 1960 em meio aos hippies, por causa de suas histórias psicodélicas. Teve histórias memoráveis por escritores como Roy Thomas e Steve Englehart, mas perdeu popularidade com o passar do tempo, embora tenha sido o líder do grupo Os Defensores, criado em 1971. Desde 2007, é membro regular dos Vingadores.

Anúncios