Homem-Aranha: Divulgado o teaser trailer de Homecoming

Foi divulgado oficialmente o teaser trailer de Homem-Aranha – Volta ao Lar, próximo filme do mais popular super-herói da Marvel Comics, levado aos cinemas pela Sony Pictures, mas que agora também aparecerá nos filmes do Marvel Studios, dentro do mesmo universo ficcional dos Vingadores. Veja:

O vídeo havia sido exibido na Comic-Con Experience em São Paulo. O mais destaque é a aparição das “asinhas” de teia embaixo do braço que o Homem-Aranha possuía nas histórias dos anos 1960, especialmente, nas artes de Steve Ditko e John Romita, seus primeiros desenhistas. O artefato nunca foi usado no cinema antes.

O trailer completo deve ser lançado amanhã!

***

O novo Homem-Aranha estreou nos cinemas em Capitão América – Guerra Civil, em 06 de maio de 2016; e após seu filme solo em 2017, irá estrelar Vingadores – Guerra Infinita, em 2018.

Na nova abordagem ao personagem, ele é um adolescente de 15 anos cursando o Ensino Médio que se torna o Homem-Aranha e termina se envolvendo com os VingadoresHomecoming não será um filme de origem, e irá explorar as consequências disso, enquanto o Abutre é o vilão.

Spider-Man – Homecoming é dirigido por Jon Watts, com roteiro de  John Francis Daley e Jonathan M. Goldstein, e o elenco traz Tom Holland (Peter Parker/ Homem-Aranha), Robert Downey Jr. (Tony Stark/ Homem de Ferro), Marisa Tomei (Tia May Parker), Michael Keaton (Adrian Toomes/ Abutre), Zendaya (Mary Jane Watson), Michael Chernus (Phineas Mason/ O Consertador), Laura Harrier (Liz Allen), Tony Revolori (Flash Thompson), Jacob Batalon (Ned Leeds), Bokeem Woodbine (Herman Schultz/ Shocker), Angourie Rice (Betty Brandt), Selenis Leyva (Senhora Warren), Martin Starr (Sr. Harrington), Hannibal Buress (Treinador Wilson), Tunde Adebimpe (Sr. Cobwell), Michael Barbiere (Jason), Kenneth Choi (Diretor Morita), Jon Favreau (Happy Hogan), Donald Glover e Logan Marshall-Green em papeis não-revelados. As gravações já terminaram e passaram por Atlanta, no estado da Georgia, e por Nova York. A estreia será em 07 de julho de 2017.

O Homem-Aranha foi criado por Stan Lee e Steve Ditko em 1962, na revista Amazing Fantasy 15, da Marvel Comics. Ele é publicado até hoje na revista Amazing Spider-Man e outras e também é membro dos Vingadores.

Rolling Stones: Novo álbum da banda irá para o primeiro lugar das paradas britânicas

Jagger e Richards no Brasil em 2016: disco de sucesso.

Jagger e Richards no Brasil em 2016: disco de sucesso.

A lendária banda britânica The Rolling Stones lançou seu novo álbum, Blue & Lonesome, na última sexta-feira, dia 02 de dezembro, e o alto volume de vendas já aponta para o primeiro lugar das paradas de sucesso de seu país, com mais de 66 mil cópias vendidas, segundo a revista Rolling Stone (que não tem nenhuma ligação com a banda).

Blue & Lonesome traz os Rolling Stones interpretando velhas canções de Blues, remontando aos tempos iniciais do grupo, quando apenas tocavam covers nos clubes londrinos. O trabalho foi gravado em apenas três dias, com os músicos tocando ao vivo no estúdio (saiba mais aqui), e surpreende pela qualidade, com interpretações sólidas, soltas, cheias de autenticidade. Além da ótima performance instrumental da banda, são destaques a participação especial do guitarrista Eric Clapton em duas faixas e o desempenho do vocalista Mick Jagger na gaita.

Em entrevista à Rolling Stone, o guitarrista Keith Richards foi só elogios:

Este é o melhor álbum que Mick Jagger já fez. Realmente, foi só sentar e assistir ao cara curtindo o que ele pode fazer melhor do que qualquer outra pessoa [tocar gaita]. E também, a banda não é tão ruim assim.

Richards já havia elogiado Jagger como o melhor gaitista do mundo, em sua autobiografia Life, lançada em 2010. Curiosamente, apesar de usar o instrumento com alguma frequência nos anos iniciais dos Rolling Stones, Jagger até agora tinha usado muito pouco suas habilidades nos álbuns (e shows) da banda.

Os Rolling Stones também lançaram o primeiro clipe do trabalho, para a canção Ride ‘Em on Down, que é protagonizado pela atriz Kristen Stewart e dirigido por François Rousselet. Veja abaixo:

A capa do álbum.

A capa do álbum.

Os Rolling Stones se formaram em Londres em 1962, dentro do circuito de R&B da cidade. Lançaram seus primeiros discos no ano seguinte e em 1964 alçaram o sucesso nacional. Em seguida, em 1965, veio o superhit (I can’t get no) Satisfaction e a aclamação mundial. Desde então, é uma das principais e mais influentes bandas de rock ainda em atividade.

Formado originalmente por Mick Jagger (vocais), Keith Richards (guitarra), Brian Jones (guitarra), Bill Wyman (baixo) e Charles Watts (bateria), a banda perdeu Jones em 1969, que foi substituído por Mick Taylor;que por sua vez deixou o grupo em 1975, cedendo lugar a Ron Wood. Com a saída de Wyman em 1993, desde então, os Stones mantém-se como um quarteto com Jagger, Richards, Wood e Watts.

 

Star Wars – Rogue One: Princesa Leia e outros personagens da série clássica podem aparecer em filme

A atriz Ingvild Deila será a nova Princesa Leia?

A atriz Ingvild Deila será a nova Princesa Leia?

Uma notícia curiosa veio hoje via o site Star Wars News, a partir de uma postagem no Reddit. Segundo o site, veremos personagens da série clássica em Rogue One – Uma História de Star Wars, filme derivado da saga Star Wars, criada pela LucasFilm e controlada agora pela Disney Pictures.

A postagem garante que uma fonte viu a escalação de atores do longametragem, que revela a participação de: Princesa Leia Organa, em uma versão jovem, interpretada por Ingvild Deila (de Vingadores – Era de Ultron); Guy Henry (da série Harry Potter) irá fazer o terrível Moff Tarkin, o comandante da Estrela da Morte; enquanto Ian McElhinney (de Games of Thrones) fará o general rebelde Dodonna.

Não está claro se a Princesa Leia irá aparecer em uma sequência de flashback ou fará parte do final do filme, afinal, Rogue One é um prelúdio a Uma Nova Esperança, e este começa justamente após Leia receber os planos roubados pela Aliança Rebelde e ser perseguida e capturada por Darth Vader. 

Vader aprisiona Leia na primeira cena de Uma Nova Esperança. De volta?

Vader aprisiona Leia na primeira cena de Uma Nova Esperança. De volta?

Se optarem pela última opção, Rogue One terá tomado uma atitude ousada e não-purista, substituindo pela primeira vez um ator dentro do cânone de Star Wars, já que a atriz Carrie Fisher não pode mais interpretar o personagem por motivos óbvios (o filme original foi lançado em 1977!). Particularmente, torço por esta opção, afinal, não podemos fingir que o tempo não passou e, neste caso, faz sentido substituir a atriz. É o mesmo caso do personagem de Moff Tarkin, que é um grande vilão em Uma Nova Esperança.

Rogue One já fez isso deliberadamente com a personagem Mon Mothma, que na série original é uma das líderes da Aliança Rebelde, embora tenha uma participação bem pequena nos filmes, mas agora é vivida pela atriz Genevieve O’Reilly. 

Por fim, a postagem revela também quem é o corpo por baixo da armadura de Darth Vader no novo filme. Aliás, são duas pessoas! Spencer Wilding e Daniel Naprous. Por que dois ninguém sabe ainda. A voz de Vader, contudo, deve ser realizada por James Earl Jones, o mesmo ator que o dublou nos filmes originais.

Rogue One – A Star Wars Story é o primeiro filme da série chamada Star Wars Anthology, com produtos derivativos da saga sem estarem relacionados aos personagens principais. A trama envolve a arriscada ação da Aliança Rebelde que resulta no roubo dos planos da Estrela da Morte, a mais letal arma do Império Galático, fato que desencadeia as ações de Star Wars – Episódio IV: Uma Nova Esperança.

Rogue One foi escrito por Gary Whitta e Chris Weitz e é dirigido por Gareth Edwards (de Godzilla) e tem no elenco Felicity Jones (Jyn Erso), Diego Luna (Capitão Cassian Andor), Mads Mikkelsen (Galen Erso), Ben Mendelsohn (Diretor Orson Krennic), Forest Whitaker (Saw Guerrera), Donnie Yen (Chirrut Imwe), Jiang Wen (Baze Malbus), Riz Ahmed(Bohdi Rook), Alan Tudyk (K-2SO), com participação especial de James Earls Jones (voz de Darth Vader).. O lançamento será em 16 de dezembro de 2016.

Star Wars é uma série de filmes criada, escrita e dirigida por George Lucas. Foram produzidos primeiro os Episódios IV – Uma Nova Esperança, V – O Império Contra-Ataca e VI – O Retorno de Jedi (em 1977, 1980 e 1983) e depois os Episódios I, II e III (em 1999, 2002 e 2005), além de diversas outras produções para outras mídias, como quadrinhos, livros, games e as séries animadas Star Wars – Clone Wars e Star Wars – Rebels. A saga voltou aos cinemas em 2015 com o lançamento de Episódio VI – O Despertar da Força.

Aquaman: Filme tem data adiada

Aquaman: nova data.

Aquaman: nova data.

Anunciado sem alarde nos últimos dias, foi mudada a data de estreia de Aquaman, filme que adapta o herói aquático da DC Comics, que é o Rei de Atlântida, e também é membro da Liga da Justiça, levado ao cinema pela Warner Bros. 

O adiamento foi de três meses: passou de 27 de julho de 2018 para 05 de outubro do mesmo ano.

Os analistas já supõem que a mudança é estratégica: um personagem menos popular como Aquaman pode se beneficiar de uma estreia menos concorrida, como é o período de outubro, mas ainda assim, garantir ótimas bilheterias, como mostram casos como o da concorrente Marvel Comics, que lançou Doutor Estranho em período similar e fez muito sucesso.

Além disso, é muito provável que a mudança esteja relacionada com o novo filme do Batman. A data 05 de outubro já tinha sido anunciada pela Warner/DC como reservada a um filme misterioso que todos acreditam seja The Batman, como é chamado até agora. Com Aquaman ocupando esta data, é bem possível que The Batman tenha sua estreia na antiga data do outro, ou seja, em 27 de julho. É claro que o estúdio quer um arrasa-quarteirão como o homem-morcego ocupando um lugar de destaque na temporada de verão.

Aquaman será dirigido por James Wan e o roteiro é de Will Beall, a partir de uma história criada por Wan e Geoff Johns. O elenco traz até agora Jason Mamoa (Arthur Curry/Orin/Aquaman), Amber Heard (Mera) e Willem Dafoe (Vulko). A estreia está marcada para 05 de outubro de 2018.

Nos quadrinhos, Aquaman foi criado pelo roteirista Mort Weisinger e o desenhista Paul Norris,estreando em More Fun Comics 73, de 1941. Na trama, ele é Arthur Curry, que descobre ser o filho de um humano com uma atlante, uma raça humanoide que habita secretamente o fundo dos oceanos. Além disso, Curry é o príncipe herdeiro do trono da Atlântida. Todos esses elementos foram plagiados de um personagem já existente: Namor, o príncipe submarino, publicado pela concorrente Marvel Comics desde 1939. Ainda assim, Aquaman prosseguiu sua carreira até hoje e terminou mais famoso do que seu inspirador.

Guardiões da Galáxia 2: Novo trailer traz Mantis e Bebê Groot em ação

Foi divulgado na Comic-Con Experience, em São Paulo, o novo trailer de Guardiões da Galáxia Vol. 2, sequência da adaptação da equipe de super-heróis cósmicos da Marvel Comics, realizado pelo braço cinematográfico da empresa, o Marvel Studios. O filme já tinha ganho um teaser e este novo vídeo repete algumas cenas, mas traz muito material novo. Veja abaixo:

Dentre os destaques do vídeo estão a ação do Bebê Groot e as primeiras imagens de Mantis. O pequeno Groot aparece em uma cena com Rocket, que tenta lhe ensinar a usar o detonador de uma bomba. Já Mantis aparece interagindo com Peter Quill e deixando-o embaraçado na frente de Drax e Gamora. 

O trailer também traz alguma ação, com os Guardiões enfrentando um monstro gigante e combatendo os Saqueadores, a gangue liderada por Yundu, que precisará se aliar à trupe de heróis babacas por algum motivo ainda ignorado.

Mantis e Peter Quill.

Mantis e Peter Quill.

Na CCXP também foi exibido outro vídeo, que não se tornou público ainda, mostrando algumas cenas inéditas do filme, como um encontro entre Peter Quill e seu pai, Ego, o Planeta Vivo; além de um rápido vislumbre de Sylvester Stallone, que faz um papel ainda não-revelado, mas o diretor James Gunn, presente ao evento, descreveu como “muito importante para o filme e para o universo cósmico da Marvel”. Também há uma cena em que os Guardiões estão capturados pelos Saqueadores e o Bebê Groot consegue resgatar a flecha vermelha de Yundu, que elimina dezenas de inimigos em poucos segundos.

***

Guardiões da Galáxia Vol. 2 é  dirigido por James Gunn, que também escreveu o roteiro. O elenco traz Chris Pratt (Star-Lord); Zoe Saldana (Gamora); Bradley Cooper (voz de Rocket); Dave Bautista (Drax, o destruidor); Karen Gillan (Nebula); Vin Diesel (voz de Groot); Michael Rooker (Yondu); Pom Klementieff (Mantis), Elizabeth Debricki (Ayesha), Chris Sullivan (Taserface), Glenn Close (Comandante Irani Rael, líder da Tropa Nova), John C. Reilly (Agente Nova Rhomann Dey), com Kurt Russell (Ego, o Planeta Vivo) e Sylvester Stallone (papel não-revelado). A estreia será em 05 de maio de 2017, nos EUA, como parte da Fase 3 do Marvel Studios e terá conexões com Vingadores – Guerra, que sai no ano seguinte.

Os Guardiões da Galáxia é um time de heróis cósmicos, que atua no Espaço Sideral e surgiu em 1969, na revista Marvel Super-Heroes 18, criados por Arnold Drake e Gene Colan. Coadjuvantes do Universo Marvel e vindos do futuro, participaram de histórias dos Vingadores, Defensores e Thor até terem aventuras próprias nos anos 1990. Uma nova versão da equipe, com personagens do presente, surgiu na maxissérie Aniquilação: Conquista, em 2008, criada por Dan Abnett e Andy Lanning, trazendo como membros Star Lord, Gamora, Groot, Rocket Racoon e Drax, o destruidor, dentre outros.

X-Men: Marvel revela novas formações das equipes Azul e Dourada nos quadrinhos

Equipe Dourada.

Equipe Dourada.

Nos anos 1990, uma das grandes estratégias de marketing da editora Marvel Comics foi dividir os X-Men, o grupo de super-heróis mutantes, em duas equipes distintas, para aproveitar o grande número de personagens e aumentar o campo de ação dos times. Agora, a Marvel repete a iniciativa e relança as equipes Azul e Dourada dentro de seu novo panorama editorial.

Originalmente, as equipes batizadas de equipes Azul e Dourada estreavam duas revistas distintas: a primeira, estreou na nova revista X-Men, em 1991, escrita por Chris Claremont e desenhada por Jim Lee; enquanto a segunda assumiu a já veterana publicação Uncanny X-Men, também escrita por Claremont, mas com desenhos de Whilce Portacio. O arranjo durou pouco tempo e, embora a divisão de revistas tenha continuado, a formalização das duas equipes se diluiu em meio à troca de artistas e aos inúmeros crossovers que dominaram a década de 1990.

No estranho momento atual das histórias dos X-Men na Marvel (saiba mais aqui), a editora decidiu resgatar o conceito e está relançando novas versões das duas equipes.

A Equipe Dourada será composta por Kitty Pride (líder do time), Tempestade, Noturno, Colossus, Rachel Grey e o Velho Logan (versão idosa de Wolverine vinda de um futuro alternativo, já que o Logan do presente está morto).

Equipe Azul.

Equipe Azul.

A Equipe Azul será composta pelos X-Men originais – Jean Grey (líder da equipe), Ciclope, Fera, Homem de Gelo e Anjo – em suas versões adolescentes (pois foram trazidos do passado para o nosso presente) e serão tutelados por Magneto, que nas HQs atuais está do lado dos mocinhos. A ideia é criar alguma tensão, pois do tempo em que vieram, os jovens mutantes do passado conhecem Magneto como o seu pior inimigo.

É ver o que essas novas histórias podem trazer.

Os X-Men foram criados em 1963 por Stan Lee e Jack Kirby, mas só foram bem-sucedidos comercialmente nos anos 1970, a partir da reformulação idealizada pelo escritor Len Wein e tocada à frente por Chris Claremont, Dave Cockrum e John Byrne. Daí em diante, se tornaram uma das revistas de maior sucesso da Marvel Comics.

 

Batman: Warner está mesmo negociando para levar o homem-morcego à TV

Batman: na TV?

Batman: na TV?

O HQRock já noticiou antes as evidências, mas agora os rumores são fortalecidos: Segundo o site Bleeding Cool, a Warner está negociando pesado para que o Batman, o mais popular dos super-heróis da editora DC Comics, levado aos cinemas pela Warner Bros., migre também para a TV. O motivo é o sucesso da empreitada da DC na telinha que rende atualmente o quarteto de séries Arrow, The Flash, Supergirl e Legends of Tomorrow. Além disso, a inclusão do Superman em apenas dois episódios de Supergirl foi explosivamente bem recebido por fãs e críticos, o que aponta a atenção para seu “irmão de armas” Batman.

O obstáculo existente é o grupo Fox. Isto porque é na emissora da Fox que é exibido Gotham, a série que mostra um Batman pré-adolescente ao lado do jovem policial (e futuro Comissário) Jim Gordon combatendo o louco crime em Gotham City. Por causa disso, é a Fox quem detém atualmente os direitos de televisionar o cavaleiro das trevas e um acordo é necessário para que a Warner, que também é proprietária da DC Comics, possa utilizar o personagem na TV.

A ideia é inserir personagens do rol do homem-morcego nas séries existentes – especialmente Arrow, por causa da temática – e, por fim, inserir o Batman propriamente dito. As séries da DC já fizeram várias menções veladas ao personagem, como em Arrow, na qual ao citar o codinome Oráculo, o protagonista diz que este já está sendo usado (é uma das aliadas do Batman) e, mais recentemente, em Supergirl, quando esta diz que seu primo (o Superman) já agiu com um vigilante frio e sem coração antes.

Curiosamente, no passado, a Warner era bastante protetiva em relação ao Batman, sua propriedade mais valiosa, e negava seu uso na TV mesmo para os produtos da DC Comics. Caso clássico foi a série Smallville, que durou 10 temporadas mostrando a juventude de Clark Kent antes de se tornar o Superman, cujos produtos tentaram usar o Batman diversas vezes e a Warner jamais autorizou.

Batman foi criado pelo cartunista Bob Kane e o roteirista Bill Finger, estreando na revista Detective Comics 27, de 1939 e desde então é publicado pela DC Comics.

X-Men: Fox reorganiza seu calendário de filmes, com datas de novos filmes de Deadpool e mais

X-Men e Deadpool: mudanças!

X-Men e Deadpool: mudanças!

Recentemente, o HQRock noticiou as possíveis mudanças que sofrerá o universo cinematográfico dos X-Men, o grupo de heróis mutantes da editora Marvel Comics, levados aos cinemas pela 20th Century Fox. E agora temos mais evidencias, com um calendário totalmente novo de datas de lançamentos de filmes para os próximos anos!

Sem revelar que filmes são, o estúdio anunciou as seguintes datas para filmes da parceria com a Marvel Comics:

  • 02 de março de 2018
  • 29 de junho de 2018
  • 02 de novembro de 2018
  • 14 de fevereiro de 2019

O que eles significam?

Deadpool: mais destaque.

Deadpool: mais destaque.

A data de 02 de março de 2018 é quase 100% de certeza se tratar de Deadpool 2, pois o filme está confirmadíssimo, e já tem um novo diretor, David Leitch, depois que o líder do primeiro deixou o barco (saiba mais aqui). Deadpool foi o maior sucesso proporcional de 2016, tendo custado apenas US$ 58 milhões (algo irrisório no mundo dos blockbusters) e arrecadado mais de doze vezes o valor disso, mesmo sendo um filme Censura 18 anos! Lançado no mês de fevereiro, é certo que a Fox não irá mudar em time que está ganhando e garantirá o mesmo período para a sequência.

Presumível  arte para o filme da X-Force: Vampira, Cable, Míssil, Dominó e Apache.

Presumível arte para o filme da X-Force: Vampira, Cable, Míssil, Dominó e Apache.

Por isso, também podemos supor que 14 de fevereiro de 2019 pode ser a data de Deadpool 3, que pode se chamar Deadpool and the X-Force. Os rumores dos últimos dias é que a Fox já está trabalhando no roteiro do terceiro filme e já está em busca de um diretor para ele, que não será o mesmo do segundo. Isso deve ser uma estratégia para que a pré-produção comece o mais rápido possível. Além disso, também se comenta que será neste terceiro filme que será incluída a X-Force, uma equipe tática derivada dos X-Men e mais militarizada.

Unir Deadpool e X-Force faz todo o sentido, pois o “mercenário boca suja” surgiu justamente em uma aventura na HQ da X-Force, como um tipo de vilão. Nas encarnações mais recentes da equipe, Deadpool chegou até mesmo a ser um membro fixo. Como Deadpool 2 trará Cable, o fundador da X-Force, é lógico que a outra sequência rumará para a organização desse time.

As outras datas seguem mais nebulosas.

Os Novos Mutantes.

Os Novos Mutantes.

29 de junho de 2018 poderia ser a data de estreia de Novos Mutantes, outra equipe de (jovens) heróis mutantes que também está em desenvolvimento pela Fox (veja mais aqui). Inclusive, nas HQs, os Novos Mutantes dão origem à X-Force, mas este não deve ser o caminho do cinema. A X-Force deve se manter como uma equipe tática para missões extremas e violentas, reunindo personagens como Cable, Deadpool, Dominó etc., enquanto os Novos Mutantes deve se ater à caracterização original da equipe, como adolescentes treinados por Charles Xavier para substituir os X-Men no futuro. Seria, portanto, um filme mais Teen, mais leve e dramático, voltado ao público juvenil, com os membros tradicionais, como Míssil, Mancha Solar, Miragem, Lupina, Magia etc.

O maior “senão” em relação à data é que o mês de junho é normalmente reservado para os lançamentos “principais” da Fox/Marvel, ou seja, os filmes dos X-Men propriamente ditos. Entretanto, embora saibamos que um novo filme da equipe principal será mesmo realizado em breve, 2018 parece ser muito cedo para isso.

Por isso, podemos admitir que a Fox esteja mudando um pouco a estratégia e investindo em Novos Mutantes para a temporada quente de verão em 2018 e deixando os X-Men em uma data mais diferenciada, que é a temporada de novembro. Este período é cada vez mais explorado pelos estúdios, porque é menos concorrido que o meio do ano e pode gerar tão bons frutos quanto, veja o exemplo os casos de filmes como Thor, Harry Potter, Doutor Estranho etc.

X-Men: que direção tomar?

X-Men: que direção tomar?

O fato é que um novo filme dos X-Men vem aí. Se ele será um reboot completo – quer dizer, trazer os X-Men de volta para o presente com a formação “clássica” do cinema, com Ciclope, Tempestade, Jean Grey e outros – ou uma sequência mais direta dos anteriores – com a história passada nos anos 1990 e o mesmo jovem elenco de X-Men – Apocalipse – é algo ainda para se saber. Contudo, é quase certo que este novo filme irá adaptar A Saga da Fênix Negra (conheça esta HQ clicando aqui), que embora já tenha sido mostrada de modo diluído em outros filmes, poderia render uma grande história sensacional se fosse mais fiel ao material original.

Desse modo, podemos supor que teremos: em 2018, Deadpool 2, Novos Mutantes e X-Men; e em 2019, Deadpool e a X-Force. A única dúvida se o novo X-Men estreia em junho ou novembro, trocando com Novos Mutantes.

Gambit na arte do brasileiro Ed Benes.

Gambit na arte do brasileiro Ed Benes.

O leitor sagaz vai perceber duas coisas: 1) Gambit não está nos planos. 2) Nem Wolverine.

Quanto a Gambit, este filme parece amaldiçoado: após seu astro (Chaning Tatum) quase deixar a produção em uma disputa e perder o diretor três vezes (!) talvez a Fox esteja desistindo dele. Ou pelo menos desacelerando as coisas para ver se dá certo. O fato é que o estúdio apostava no personagem como um tipo de substituto para Wolverine (os dois têm personalidades parecidas), mas a coisa não está rolando mesmo.

Quanto ao velho carcaju, Logan será lançado no ano que vem e é o último filme de Hugh Jackman na pele de Wolverine. A Fox deve avaliar o resultado e pensar no que irá fazer adiante. O caminho lógico é escalar um ator mais jovem para interpretar o personagem e continuar a saga, mas isso talvez não seja feito tão imediatamente, pois a imagem de Jackman é associada demais ao papel. Talvez a Fox espere essa rodada atual de filmes e deixe para inserir o novo Wolverine em 2020 em um filme dos X-Men (ou de Deadpool) quando a poeira tiver baixado.

***

Deadpool foi criado na revista The New Mutants 98 por Fabian Nicieza Rob Liefeld, em 1991, como um vilão da equipe Novos Mutantes, um dos derivados dos X-Men. Mas rapidamente o personagem ficou bastante popular e virou um topo de anti-herói, que fez tanto sucesso que chegou a ter suas aventuras solo, carregadas de violência gratuita e humor negro.

Os X-Men foram criados em 1963 por Stan Lee e Jack Kirby, mas só foram bem-sucedidos comercialmente nos anos 1970, a partir da reformulação idealizada pelo escritor Len Wein e tocada à frente por Chris Claremont, Dave Cockrum e John Byrne. Daí em diante, se tornaram uma das revistas de maior sucesso da Marvel Comics.

Liga da Justiça: Vaza descrição do novo trailer do filme da equipe

A Liga da Justiça: novo trailer?

A Liga da Justiça: novo trailer?

Segundo um usuário do 4chan, já temos detalhes sobre o novo trailer de Liga da Justiça, filme sobre o supergrupo de heróis da editora DC Comics, que reúne Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Flash, Ciborgue e Aquaman, levados ao cinema pela Warner Bros. De surpresa, na Comic-Con de San Diego, em julho passado, o diretor Zack Snyder revelou um teaser trailer do filme quando as filmagens tinham apenas começado. Mas deveremos ter um novo vídeo promocional em breve. Quem sabe junto ao lançamento de Rogue One – Uma história de Star Wars, o último dos blockbusters do ano?

O usuário postou a seguinte descrição:

O trailer foi editado junto com o último de Mulher-Maravilha. Estamos trabalhando em toda a campanha de marketing do filme no momento. Posso oferecer alguns detalhes: não há cenas de Superman, sinto muito; também não há cenas de Mera, Vulko ou Comissário Gordon; Junkie XL compôs a música em antecipação ao filme, e vocês poderão ouvir uma parte do tema principal do filme, que é uma remasterização do tema do desenho animado clássico; há cenas de ação em câmera lenta com o The Flash; a melhor parte do trailer é o Aquaman; no final, vocês veem a primeira cena do vilão Lobo da Estepe.

Aquaman seria um dos destaques do trailer.

Aquaman seria um dos destaques do trailer.

Aparentemente, será uma “evolução” do primeiro teaser, mas ainda sem muitas revelações à exceção da revelação de Steppenwolf.

***

Liga da Justiça mostrará o Batman reunindo os superseres que ele descobriu a existência em Batman vs Superman – A Origem da Justiça: ele próprio, Superman, Mulher-Maravilha, Flash, Aquaman e Ciborgue. Alguns outros personagens vão aparecer, como Mera (a esposa do Aquaman). A trama mostrará os heróis se unindo para combater a invasão à Terra por forças advindas do planeta Apokólips, que estão atrás de três Caixas Maternas – artefatos cósmicos de grande poder e tecnologia – deixadas na Terra milênios atrás e distribuídas entre três raças: a humana, os Atlantes e as Amazonas. Embora se esperasse que Darkseid, o maior vilão da DC Comics nos quadrinhos, fosse a ameaça principal, os anúncios até agora dão a entender que o vilão do filme será Steppenwolf (ou Lobo da Estepe), o sobrinho daquele. É provável que Lex Luthor faça alguma participação especial, bem como o Exterminador.

Justice League tem roteiro de Chris Terrio (de A Origem da Justiça e ganhador do Oscar por Argo) e será dirigido por Zack Snyder, trazendo Ben Affleck (Batman/Bruce Wayne), Gal Gadot (Diana Prince/ Mulher-Maravilha), Henry Cavill (Superman/Clark Kent),  Jason Momoa (Orin/Aquaman), Ezra Miller (Barry Allen/The Flash), Ray Fisher (Victor Stone/ Ciborgue), Amy Adams (Lois Lane), Ciaran Hinds (Lobo da Estepe), J.K. Simmons (Comissário Jim Gordon), Amber Heard (Mera), Willem Dafoe (Vulko), com participações de Jesse Eisenberg (Lex Luthor) e John Manganiello (Slade Wilson/ Exterminador). Ele serve como sequência de Superman – O Homem de Aço e de Batman vs Superman – A Origem da Justiça.As filmagens já ocorreram em Londres, na Inglaterra, e na Islândia, mas já se encerraram. O lançamento será em 23 de novembro de 2017

A Liga da Justiça foi criada por Gardner Fox e Mike Sekowski, em 1960, reunindo heróis previamente criados. Formado pelos maiores heróis da DC Comics – Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Lanterna Verde, Flash, Arqueiro Verde, Aquaman etc. – a equipe sempre teve destaque em sua cronologia. Desde o reboot cronológico e editorial da DC em 2011, a revista Justice League é uma das de maior sucesso do mercado de quadrinhos atuais.

X-Men: Marvel revela como Ciclope morreu

Capa de Death of X 04, com Raio Negro e Ciclope.

Capa de Death of X 04, com Raio Negro e Ciclope.

As coisas não andam bem nos quadrinhos da Marvel Comics. Bem, pelo menos não para os leitores da velha guarda. Hoje, a editora revelou como se deu a morte – já anunciada e conhecida há meses – de Ciclope, o líder dos X-Men, a equipe de super-heróis mutantes. Ah, precisa dizer que o texto a seguir está sobrecarregado de spoilers? Se não quer saber sobre coisas que só serão publicadas no Brasil em mais de um ano, não leia. Você foi avisado.

Para aqueles que não acompanham as HQs mutantes: ano após ano, a Marvel “renova” suas revistas por meio de eventos bombásticos. O deste ano é X-Men vs. Inumanos, uma guerra entre os heróis mutantes e os superpoderosos descendentes dos aliens Kree que vivem na Terra. Acontece que nos preparativos para o confronto – que começa mesmo no ano que vem – já é apontado desde o início que um dos motivos para a guerra é a morte de Ciclope, Scott Smumers, um dos fundadores dos X-Men e, por muito tempo, o líder da equipe. Mas como o herói teria morrido? Esse era o mistério que a Marvel mantinha.

Pois bem, o mistério foi resguardado para ser revelado na minissérie Death of X, que teve a quarta – e reveladora – edição publicada hoje. A história, escrita por Jeff Lemire e Charles Soule, mostra Ciclope usando a sua facção dos X-Men (existem mais de uma, explicamos mais abaixo) para descobrir um modo de modificar as Névoas Terrígenas, um elemento místico que confere poderes aos Inumanos, porque a névoa é simplesmente letal aos mutantes. Com as Névoas Terrígenas dispersas na Terra, a morte de mutantes está ocorrendo em massa com o simples contato com a nuvem. Mas modificar a nuvem pode acarretar em sérios problemas para os Inumanos, de modo que estes reagem. Ao ser cercado por Raio Negro e Medusa, rei e rainha dos Inumanos, Ciclope faz um discurso interessante perante seus oponentes:

Ciclope discursa diante de Medusa e Raio Negro.

Ciclope discursa diante de Medusa e Raio Negro.

Eu não irei ser feito prisioneiro, Medusa. Há uma outra nuvem por aí e eu tenho muito trabalho a fazer. Então, isso pode ser feito do jeito fácil ou difícil. Eu preferia ser do jeito fácil. Não quero machucar ninguém. Nunca quis. O que vier, eu estou pronto! Eu amei quem precisei amar. Eu lutei minhas batalhas. Perdi a única pessoa com quem me importei.

Já fui um aluno, um soldado, um professor, um revolucionário e… um assassino. Eu tentei aprender com os meus erros, tentei inspirar as pessoas… Ajudar o melhor possível. Só que tudo foi manchado. Várias coisas aconteceram. Eu nem mesmo sou mais uma pessoa. Tudo se foi. O que sobrou é a ideia do que fui. Só que o legal é que… ideias nunca morrem!

O ato final.

O ato final.

Ao terminar, Scott Summers acende suas rajadas ópticas… e é desintegrado pelo poder monstruoso de Raio Negro.

Mas ainda há uma pegadinha. Uma grande pegadinha! Depois, Emma Frost, a Rainha Branca, namorada de Ciclope, revela ao irmão deste, Alex Summers, o Destrutor, que na verdade, Scott já estava morto. Ciclope está morto desde Death of X 01, pois teria sido vitimado pela mesma névoa terrígena que levou o Homem-Múltiplo à morte. Vemos em flashback os momentos finais de Scott Summers, que morre nos braços de Emma. No restante da minissérie, e na batalha com Raio Negro e Medusa, o “Ciclope” que vemos é, na verdade, uma projeção astral criada pelos poderes telepáticos da Rainha Branca.

A morte do líder dos X-Men.

A morte do líder dos X-Men.

Parece confuso? Isso nem é o pior.

Nos últimos anos, a Marvel mudou totalmente o status quo do personagem. De um jeito bastante radical que causou grande estranhamento dos velhos fãs, por mais que gerassem histórias interessantes. Ok, tramas bacanas, mas é de se refletir se o personagem foi descaracterizado ou não.

Nas tramas, da última década, Scott Summers foi tomando uma atitude cada vez mais radical em relação à defesa dos mutantes, o que resultou na saga Cisma, na qual ele forma uma facção contrária a outra liderada por Wolverine. Em seguida, quando descobre que a Força Fênix – a entidade de poder incalculável que dominou Jean Grey no passado – está voltando à Terra, Ciclope acha que isso pode ajudar na defesa aos mutantes (que estavam sendo extintos), o que pôs seu grupo em rota de colisão com os Vingadores, dando origem à saga Vingadores vs. X-Men. No fim, após várias batalhas entre os dois grupos, tudo dá errado, Ciclope e seus parceiros são dominados pela Força Fênix e viram vilões, resultando que ao ser confrontado pelo Professor X, o Ciclope-Fênix mata Charles Xavier, seu velho mentor.

Scott Summers é preso, foge da cadeia e passa a viver como um herói caído, perseguido e odiado – mesmo que, no fim das contas, sua mente foi dominada pela entidade. Mas quem liga? Nesse ínterim, seu ex-amigo Hank McCoy, o Fera, tem a duvidosa ideia de voltar ao passado – isso mesmo! – e trazer até o presente a primeira equipe dos X-Men, liderada por um Ciclope ainda adolescente. Os jovens X-Men ficam bastante confusos nesse novo mundo, mas terminam permanecendo, convivendo paralelamente às suas versões mais velhas. Inclusive, o jovem Ciclope presenciou a morte de sua versão mais madura (como da para ver na imagem lá de cima)!

Bem, as HQs não são realmente conhecidas por manterem os personagens mortos. Eles sempre voltam à vida por meio da ideia “genial” de um escritor posterior. Com o jovem Ciclope à solta, este irá substituir o outro, em uma versão mais “ponderada”. E em breve, a consciência dos dois irá se unir – sim isso mesmo! – e eles formaram um único Scott Summers como produto de ambos. Parece absurdo? Você leu o artigo? Você tem lido as histórias da Marvel ultimamente?

***

Os Inumanos foram criados por Stan Lee e Jack Kirby em 1965, aparecendo na revista Fantastic Four 45, uma aventura do Quarteto Fantástico. São uma raça alienígena dotada de uma série de habilidades especiais que habitavam secretamente a Terra até serem descobertos pelos heróis aventureiros. Inicialmente, os Inumanos habitavam a cidade escondida de Atilan, mas hoje, vivem na área azul da Lua terrestre. São liderados pelo poderoso Raio Negro e entre seus membros estão Medusa e Cristalys. São grandes aliados dos Vingadores e do Quarteto Fantástico.

Os X-Men foram criados em 1963 por Stan Lee e Jack Kirby, mas só foram bem-sucedidos comercialmente nos anos 1970, a partir da reformulação idealizada pelo escritor Len Wein e tocada à frente por Chris Claremont, Dave Cockrum e John Byrne. Daí em diante, se tornaram uma das revistas de maior sucesso da Marvel Comics.

Ciclope foi criado por Stan Lee e Jack Kirby, aparecendo logo em X-Men 01, de 1963, como o líder da equipe.